Nova caravana com 3 mil imigrantes chega ao México; pede corredor humanitário

Caravana está no México e pede às autoridades corredor humanitário para chegar até a fronteira com EUA

Com objetivo de chegar à fronteira para entrar nos EUA, uma nova caravana com três mil imigrantes já está no México e pede corredor humanitário ao governo mexicano para atravessar o país

Da Redação – Uma nova caravana com três mil imigrantes da Venezuela, América Central e Haiti deixa o sul do México para os EUA. As autoridades mexicanas estão em alerta, enquanto que a marcha segue determinada para o seu destino. E no primeiro dia de viagem, percorreram cerca de 16 quilômetros, e desta vez não foram acompanhados por um advogado ou defensor de direitos humanos.

O objetivo da caravana – com grande número de mulheres e crianças –, é poder chegar ao município de Huixtla, em Chiapas, e iniciar uma mesa de diálogo com a Imigração para poder ser atendida.

______continua após a publicidade_______

seguro

Os imigrantes pedem ao governo mexicano que lhes conceda um corredor humanitário com ônibus para poderem circular pelo território nacional e, assim, chegar à fronteira e atravessar para os EUA.

Os imigrantes da nova caravana não solicitam vistos por motivos humanitários, nem uma autorização de 30 dias para viajar no país, pois denunciaram que as autoridades de imigração geralmente rasgam os documentos e os devolvem novamente a Tapachula.

A caravana passou pelo primeiro posto de controle localizado no município de Viva México, onde havia uma seção da Guarda Nacional com equipes de imigração e outro grupo de policiais estaduais. A passos lentos e carregando malas, pouca água e seus filhos, os imigrantes suportam o calor forte, caminhando em um asfalto quente.

Este é o segundo maior movimento de caravanas nos últimos seis meses em busca dos EUA, depois que cerca de 15 mil imigrantes partiram para o norte do país no início do ano, mas que acabou se dispersando.

Fluxo imigratório

A caravana reflete o fluxo imigratório recorde para os EUA, cujo escritório de “Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP)” detectou mais de 1,7 milhão de imigrantes indocumentados na fronteira com o México no ano fiscal de 2021, encerrado em 30 de setembro.

O governo mexicano informou no último fim de semana, um aumento de 89% ano no número de imigrantes apresentados pela autoridade de imigração no primeiro trimestre de 2022, somando 77.626 de janeiro a março.



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie