Encontrados 359 imigrantes em caminhão rumo a fronteira dos EUA  

  

Os imigrantes encontrados em caminhão no México serão mandados de volta, informam autoridades

As condições subumanas de 359 imigrantes confinados em um caminhão no México, rumo à fronteira dos EUA, deixam agentes federais em alerta vermelho. Governo mexicano realiza operação acirrada contra o tráfico de pessoas que locomovem ilegalmente rumo aos EUA  

Da Redação 

A estratégia do governo mexicano em combater a imigração ilegal continua. Um grupo de 359 imigrantes, em sua maioria centro-americanos, foi localizado no trailer de um caminhão que viajava pelo sul do México, anunciou o governo. Agentes federais de imigração fizeram a descoberta durante uma inspeção de rotina em um posto de controle em uma rodovia no estado de Veracruz, no sul do país, que faz fronteira com o Golfo do México. 

______continua após a publicidade_______

retaxes

Ouvindo vozes vindas da traseira do caminhão, os agentes pediram para abrir as portas do trailer e encontraram as centenas de migrantes amontoados. Na fronteira dos EUA, agentes de imigração mantém o sinal vermelho em alerta.

No veículo estavam 294 guatemaltecos, 38 nicaraguenses, 15 salvadorenhos, 8 hondurenhos e quatro equatorianos, informou o “Instituto Nacional de Migração” em comunicado. O motorista da unidade foi preso e colocado à disposição da Procuradoria Geral de Veracruz. 

Os imigrantes muitas vezes pagam aos contrabandistas para levá-los em ônibus ou caminhões através do México até a fronteira com os EUA – viagens perigosas, pois costumam colocar muitas pessoas em compartimentos de carga. 

Lembrando que em 9 de dezembro, 56 migrantes morreram quando um caminhão com mais de cem estrangeiros capotou em uma rodovia no sul do México. Os sobreviventes indicaram que a velocidade com que a unidade trafegava e o peso da carga humana teriam influenciado no acidente. 

Da cidade hondurenha de San Pedro Sula, uma caravana de cerca de 600 migrantes partiu no sábado, o primeiro de 2022, com o objetivo de chegar aos EUA. Ao chegar à fronteira com a Guatemala, parte da caravana se dispersou e entrou no país centro-americano por rotas ilegais. 

Cerca de 300 imigrantes, a maioria hondurenhos e nicaraguenses, tentaram passar pela cidade fronteiriça de Corinto para chegar à Guatemala, mas as autoridades os impediram de passar, alegando que não cumpriam os requisitos de imigração nem tinham o teste de diagnóstico PCR para verificar quem não estão infectados com Covid-19. 

Durante a noite, um grupo de imigrantes confrontou centenas de soldados e policiais com pedras, paus e garrafas, que usaram gás lacrimogêneo para dispersá-los. Quinze policiais e militares guatemaltecos ficaram feridos no incidente, informou o governo. 

____________________publicidade___________________

seguro

seguro

anuncie