Humor inteligente de Marco Luque

O humorista fará turnê nos EUA com o Stand-up “Tamo Junto!” que será apresentado em Orlando no Bob Carr Theater. Em cena o ator é cativante e induz o público a uma viagem hilária, de gargalhadas

Edição de julho/2017 – pág. 54

A versatilidade de personagens interpretados pelo humorista Marco Luque lhe abriu as portas da televisão brasileira, após oito anos na bancada do humorístico “CQC” – na Band, em São Paulo -, integrando o time de homens de preto que satirizavam políticos e situações hilárias no Brasil. Na Globo Luque teve abertura nos programas especiais da casa, revelando o seu humor criativo, debochado e inteligente, formato que agradou os seus admiradores. Essa façanha do comediante poderá ser vista em Orlando, no dia 29 de julho, no Bob Carr Theater, com o Stand-up “Tamo Junto!”, que já levou mais de 400 mil pessoas para as 200 cidades brasileiras e que fará turnê em Miami, Boston e Orlando, numa realização da “BIS Entertainment”.

O novo desafio para Marco Luque será interpretar o Nerso da Capitinga – personagem do humorista Pedro Bismark -, na terceira temporada na nova “Escolinha do Professor Raimundo”, na Globo. Importante ressaltar que após ganhar destaque no “Altas Horas”, ao lado de Serginho Groisman, com desfile de tipos estranhos e engraçados, de sua criação, o humorista foi convidado para integrar o elenco da famosa escolinha, do saudoso Chico Anysio. Feliz pela agenda abarrotada de compromissos, disse não se importar com o excesso de compromissos, e garante: “Sou um ator que trabalha muito e graças a Deus tenho um público que reconhece o meu valor”, justifica.

Bem humorado e simpático com o público que o assedia, o ator, humorista, locutor, apresentador de televisão, quando consultado, garante que não se importa com críticas oportunistas. Procura focar no seu trabalho, sem se sentir incomodado com os comentários maldosos. “Críticas destrutivas são apenas opiniões de pessoas que acordaram com a pá virada”, rebate.

Falando sobre “Tamo Junto!”, que será apresentado em Orlando, com direção de Caio Cobra, disse Marco Luque que o Stand-up relata de forma divertida situações do dia a dia, as diferenças entre o homem e a mulher, entre outros assuntos do cotidiano. Em cena o ator é cativante e induz o público a uma viagem hilária, de gargalhadas. Essa, no entanto, é a primeira vez que ele se apresenta fora do Brasil, e não esconde que há um clima de grande expectativa na turnê Miami, Boston e Orlando.

Ex-jogador de futebol

Marco é casado com Flávia Vitorino e tem duas filhas, Isadora e Mel. O humorista, inclusive, foi jogador de futebol profissional e chegou a atuar até no futebol espanhol, mas acabou desistindo da carreira. “Eu sempre tive facilidade com esportes, meu pai foi árbitro de futebol, treinou time na China. Então, com 18 para 19 anos, surgiu a chance de me profissionalizar no Santo André. Estava jogando bem. Cheguei no meio da temporada e não fui inscrito para os campeonatos, mas treinava junto com o time profissional”, lembra. “Quando tive a oportunidade de ser escalado para ir para o time de cima, rolou a proposta da Espanha. Eu acabei não participando de nenhum campeonato por lá, nenhum jogo oficial. Mas tenho grandes lembranças desse período”, recorda.

Serviço

Stand-up “Tamo Junto!”

Miami: 22 de julho – às 9pm, no Olympia Theater – 174 E. Flagler St. Miami, FL 33131, Downtown Miami.

Orlando: 29 de julho – às 9pm, no Bob Carr Theater  – 401, W. Livingston St. Orlando, FL 32801.