Perda de memória e cansaço persiste, revela Gwyneth Paltrow, após se recuperar da Covid

Atriz Gwyneth Paltrow expõe luta no Instagram contra as sequelas da Covid-19

 

O drama enfrentado pela atriz norte-americana Gwyneth Paltrow vem à tona, um ano após ela ter sido infectada com coronavírus, segundo relatos em seu Instagram. Mesmo recuperada da doença, revela que ainda sente cansaço e perda de memória

 

Da Redação

O drama enfrentado pela atriz Gwyneth Paltrow vem à tona, um ano após ela ter sido infectada com coronavírus, segundo relatos da própria estrela de cinema em seu Instagram. E apesar de seu CRP estar negativo há muito tempo, Gwyneth – que também é empresária –, continua apresentando os sintomas derivados da infecção por Covid-19.

Noite do Oscar – Gwyneth Paltrow– Oscar de Melhor Atriz em 1999 por “Shakespeare in Love” –, está na lista de mulheres de meia-idade que não tiveram que ser hospitalizadas por causa da infecção, mas que ressentem com as consequências do vírus. Esse é principalmente o perfil das vítimas do que foi apelidado de “Long-Covid” ou “Covid persistente”, e Gwyneth Paltrow acaba de entrar via Instagram nessa lista, apesar de estar fazendo de tudo para não ser incluída.

A atriz e criadora de “Goop”, confessou que embora tenha superado a doença sem problemas, ainda sofre com os sintomas derivados da infecção: seus marcadores inflamatórios são acionados, o cansaço extremo não a deixa e ela sofre um estado permanente de “névoa mental” que impede a concentração como antes.

Ela festejou o seu aniversário com seus seguidores do Instagram quando falou abertamente sobre as consequências desagradáveis ​​de ter sofrido de coronavírus há quase um ano. Se há algo de bom a dizer sobre Gwyneth Paltrow, é que não tem problema nem preconceito quando se trata de colocar na mesa questões importantes de saúde.

Estima-se que 80% das pessoas que superam a infecção apresentam algum sintoma associado a ela após terem sido infectadas e superado a infecção inicial. Isso foi concluído em uma meta-análise de 15 estudos nos quais os dados de 47.000 pacientes da Covid-19 em todo o mundo foram analisados .

 

Lista de sintomas

Dieta controlada – A lista de sintomas que a passagem do coronavírus pelo nosso corpo pode deixar “como lembrete” é enorme: já foram descritos até 50 sintomas diferentes, afetando quase todos os cantos do nosso corpo – da saúde mental à pele. Mas se há um sintoma que leva o prêmio mais comum entre as vítimas de Covid persistente, é o cansaço de que fala Gwyneth Paltrow. E 58% das pessoas que superaram a doença ainda sofrem de fadiga extrema (semelhante à que sofreram com o diagnóstico de síndrome da fadiga crônica).

Dor de cabeça (com 44%); Distúrbios de atenção (afetando 27%) e queda de cabelo (25%) são os próximos mais comuns, mas a lista não para por aí: Covid persistente também pode deixar uma sensação de falta de ar, sono, problemas com o paladar e olfato, dor, perda de memória,

Por enquanto, Gwyneth Paltrow decidiu enfrentá-lo reforçando sua dieta – o que se ela já era saudável agora é ainda mais porque eliminou completamente o açúcar e o álcool enquanto aumenta o consumo de frutas e vegetais –, e se exercitando.