Músico brasileiro supera desafios e faz lançamento mundial do álbum “Reflections”

Novo álbum do músico brasileiro Sallaberry, “Reflections”, terá lançamento em 5 de janeiro

 

Com apresentação de Charles Gavin, ex-baterista do grupo Titãs, o álbum “Reflections – A Soundtrack From A Movie Never Made”, do músico brasileiro Sallaberry – pré-lançado nas plataformas de streaming dia 04 de dezembro –, terá lançamento mundial em 05 de janeiro de 2021

 

Da Redação

Charles Gavin, compositor, produtor musical e baterista – integrou o grupo Titãs de 1985 a 2010 –, faz a apresentação do novo álbum “Reflections – A Soundtrack From A Movie Never Made”, do músico Sallaberry – pré-lançado nas plataformas de streaming dia 04 de dezembro, e que terá lançamento mundial em 05 de janeiro de 2021. Para Gavin, o também baterista, compositor e produtor musical, o brasileiro Sallaberry, realiza grande façanha neste trabalho, e recebe elogios pelo notável desempenho.

“Bem, diria que o canceriano Sallaberry é um interessante exemplo de que é necessário foco, paciência, discernimento, sensibilidade, criatividade, curiosidade, perseverança, habilidade, coração e mente abertos, além de talento para atingir o apogeu”, escreve Charles.

 

Álbum “Reflections” nas plataformas de streaming – “Consideramos o que o paulistano – Sallaberry – as realizou desde que iniciou sua carreira em 1978, tocando em bandas na cena alternativa do rock de São Paulo. De lá pra cá, movido por paixão, comprometimento e um raro senso de empreendedorismo em nosso segmento, concretizou muito. Em 1988, editou e publicou a ECO, revista especializada sobre bateria e percussão”, enfatiza Gavin.

E no ano do confinamento social, 2020, um dos mais difíceis para todos os músicos do planeta, Sallaberry prossegue sua empreitada discográfica lançando “Reflections — A Soundtrack From A Movie Never Made”, seu novo álbum, o nono trabalho com obras inéditas, gravado, mixado e produzido por ele mesmo durante o ano, com a participação de vários músicos, sendo que alguns deles acabaram tornando-se parceiros nas composições. “Reflections”, diz o músico, foi um teste de superação.

“O disco mais desafiador que fiz por vários motivos: gravei muitas vozes (vocalizações), além da bateria e percussões. Comecei também, dentro de meus limites, a fazer inserções melódicas no piano. Ao final das gravações, decidi que iria mixar o disco. Para isso, me equipei, li livros e assisti aulas sobre o assunto, busquei base técnica. Algumas faixas foram mixadas mais de dez vezes. O disco é meu porque sou o produtor, porém, ali estão vinte e dois músicos tocando comigo. Então, o disco é deles também, ou seja, somos uma banda de vinte e três músicos. Isso é o ‘Reflections”, aponta.

 

Charles Gavin

É baterista e integrou o grupo Titãs, apresenta o programa “Cidade do Rock”, na Rádio Cidade FM, no Rio de Janeiro. Lançou em 2008, em colaboração com Tárik de Souza, Carlos Calado e Arthur Dapieve o livro “300 Discos Importantes da Música Brasileira”, edição de luxo que registra os melhores e mais marcantes lançamentos da música brasileira de 1929 até 2007. É apresentador do programa “O Som do Vinil”, exibido pelo Canal Brasil, produzido pela Samba Filmes, que estreou em setembro de 2007 e continua no ar até hoje.

 

Serviço

Link do album:  “Reflections – A Soundtrack From A Movie Never Made”