‘Inffinito Film Festival’ premia os melhores filmes de ficção e documentários

Cena do filme “Madalena”, que levou os prêmios de Melhor filme de Ficção e Direção

 

Foi um sucesso a 25ª edição do “Inffinito Film Festival” – o mais importante festival de cinema brasileiro realizado no exterior –, em Miami, com a entrega do Troféu Lente de Cristal. Os prêmios de Melhor Filme de Ficção e Melhor Direção foram para o longa “Madalena”, de Madiano Marcheti . A atriz Betty Faria presidiu o júri de filmes de ficção

 

Da Redação 

A noite de premiação e reconhecimento aos melhores documentaristas do ano, marcou a 25ª edição do “Inffinito Film Festival” – o mais importante festival de cinema brasileiro realizado no exterior –, no último dia 18, no “SoundScape Park New World Center”, em Miami. Na ocasião foi entregue o “Troféu Lente de Cristal”, consolidando o trabalho de cineastas brasileiros. As mostras competitivas de ficção e documentário foram exibidas em todos os EUA, através da www.inff.online, a primeira plataforma internacional de streaming dedicada exclusivamente ao audiovisual brasileiro, lançada pela Inffinito no ano passado.

 

Betty Faria presidiu o júri – Os prêmios de Melhor Filme de Ficção e Melhor Direção foram para o longa “Madalena”, de Madiano Marcheti. Presidido pela atriz Betty Faria, o júri de filmes de ficção foi composto pela atriz Camila Morgado; o roteirista de cinema e artista plástico Luiz Dolino; Lorenna Montenegro, crítica de cinema, roteirista, curadora, jornalista cultural e produtora de conteúdo; John Maass, cineasta e advogado.

Para a mostra competitiva de documentários, os jurados foram a fotógrafa Maritza Caneca; o cineasta e ator Luciano Vidigal; Flavia Azeredo, professora de linguística, cultura e cinema; e Bianca De Felipes, produtora e distribuidora de filmes e séries. Os prêmios do voto popular foram escolhidos pelo público dos Estados Unidos, nas categorias Melhor Filme de Ficção, Melhor Documentário e Melhor Curta-Metragem.

 

Confira os vencedores: 

Longa –metragem e ficção: Melhor Filme – Madalena, de Madiano Marcheti; Melhor Direção – Madiano Marcheti, por Madalena; Melhor Roteiro – Camilo Cavalcante, por King Kong en Assuncíon.

Melhor Atriz – Clarissa Kiste, por A Mesma Parte de Um Homem;Melhor Ator – Thomás Aquino, por Curral;Melhor Fotografia – Miguel Vassy, por Sertânia;Prêmio de reconhecimento em memória – Andrade Junior, por King Kong en Assuncíon

 

Documentários 

Seguem os vencedores: Melhor Documentário – Por onde Anda Makunaíma, de Rodrigo Séllos; Melhor Direção – Sinai Sganzerla, por A Mulher da Luz Própria; Melhor Argumento – Doidos de Pedra, de Luiz Eduardo Ozório (prêmio especial do júri); Melhor Fotografia – Thiago Palaes por Reflexo do Lago.

Prêmio Memória do País – Máquina do Desejo, de Lucas Weglinski e Joaquim Castro; Prêmio especial do júri – Dorival Caymmi – Um Homem de Afetos, de Daniela Broitman; Menção Honrosa pelo Conjunto da Obra – Lucia Murat

 

Júri popular

Melhor Filme – O Palestrante, de Marcelo Antunez; Melhor Documentário – Doidos De Pedra – O Paraíso Ameaçado, de Luiz Eduardo Ozório;Melhor Curta – Gado Marcado, de Estevan Muniz

 

Apoio ao “Inffinito Film Festival”  

Patrocínio: Miami-Dade County Department of Cultural Affairs and the Cultural Affairs Council, Miami-Dade County Mayor and Board of County Commissioners, City of Miami Beach – CAC, Garcia Family Foundation e Titanio Films.

Embaixadoras Inffinito: Laura Fernandes, Liliana Kawase e Renata Garcia; Cia Aérea Oficial: American Airlines;Hotel Oficial: Gansevoort

Apoio: City Parks Foundation & SummerStage, Regal Cinemas, Fogo de Chão e ATC Cargo; Bebidas oficiais: Johnnie Walker, Don Julio e Ciroc