Jair Bolsonaro e Donald Trump falam à imprensa em Washington

Jair Bolsonaro e Donald Trump falam à imprensa em Washington

O encontro reuniu jornalistas de vários veículos que questionaram os dois líderes de governo sobre cooperação, segurança e sobre a crise na Venezuela.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está em terras americanas desde o último dia 17, mas somente hoje (19) o encontro com o presidente americano, Donald Trump, finalmente ocorreu. A reunião foi realizada no salão oval da Casa Branca, em Washington, capital dos Estados Unidos. Em seguida, os líderes seguiram para entrevista coletiva com presença de jornalistas brasileiros e americanos.

Durante a coletiva, Trump mencionou as relações comerciais entre os dois países e a importância delas para o desenvolvimento econômico, tanto dos Estados Unidos quanto do Brasil. “Ambos países comprometidos a reduzir barreiras comerciais, facilitando investimento e dando suporte à inovação a uma grande variedade de indústrias, especialmente energia, infraestrutura, agricultura, e tecnologia”, afirmou o presidente dos Estados Unidos.

Bolsonaro, que mais cedo esta semana já havia anunciado a não obrigatoriedade de vistos aos cidadãos americanos para entrarem no Brasil, pontuou as medidas recentes e o objetivo de aumentar o investimento internacional e turismo em território brasileiro. “Hoje destravamos assuntos e abrimos novas frentes de cooperação. Como sinal deste governo, o governo brasileiro concedeu a isenção de visto para cidadãos americanos para estimular o turismo e os negócios. Na vertente da defesa e da cooperação espacial, assinamos um acordo de salvaguardas tecnológicas o que viabilizará o Centro de Lançamento de Alcântara à cooperação militar”, disse Bolsonaro, que também aproveitou a oportunidade para convidar Trump para ir até o Brasil. “Serás muito bem recebido pelo povo brasileiro. Temos muita coisa em comum. Sempre fui um grande admirador dos estados unidos e essa admiração aumento com a chegada de vossa excelência à presidência”.

A crise da Venezuela também foi pauta no encontro entre os presidentes. Trump lembrou dos recentes conflitos que têm ocorrido no país que vive em instabilidade política e social por conta do regime de Nicolás Maduro. Bolsonaro, quando questionado sobre o apoio do Brasil ao governo norte-americano em relação à crise venezuelana, afirmou que seu governo está aberto à colaboração. “O que for possível fazermos juntos para solucionar o problema da ditadura venezuelana, o Brasil estará a postos para cumprir essa missão e levar liberdade e democracia aquele país”, finalizou o presidente brasileiro.