Xanddy promete contagiar brasileiros no “Carna BIS”

Xanddy promete contagiar brasileiros no “Carna BIS”

Em entrevista exclusiva ao Jornal Nossa Gente, Xanddy – vocalista do Harmonia do Samba – fala dos preparativos para o Carna BIS em Orlando e aposta que será o dia mais feliz do ano. Ele conta dos filhos, de Carla Perez e do carinho pela comunidade. Confira

Xanddy promete contagiar brasileiros no “Carna BIS”

Xanddy, vocalista do “Harmonia do Samba”, realizará o “Carna BIS Orlando”, dia 15 de março, sexta-feira, no “Hard Rock Orlando – Universal Studios”, em parceria com a “BIS Entertainment” prometendo contagiar os brasileiros com a festa mais popular do planeta, o Carnaval. O cantor aposta que será o dia mais feliz do ano, contando com a presença de convidados de peso como Cláudia Leite, Xand Avião e Leo Santana, além, evidente, do “Harmonia do Samba”. Ele fala dos filhos, de Carla Perez e da experiência gratificante de viver nos EUA.

Jornal Nossa Gente – O “Carna BIS” é um passo importante em solo americano, mostrando a música contagiante do Brasil para gringo ver! Qual o foco afinal, agregar a comunidade brasileira ou o alvo são os americanos e os hispânicos?

Xanddy – Sim, é um passo importante pela questão de estarmos apresentando a maior festa popular do planeta. E acredito que terá a presença de muitos brasileiros, e de americanos também, pela importância do evento no Brasil e no exterior. A festa tem como alvo os brasileiros residentes nos Estados Unidos, que têm saudade do Brasil e nem sempre podem ir ao Brasil para curtir. Evidente que americanos e hispânicos também vão poder curtir, mas o nosso objeto principal é festejar com os brasileiros.

NG – Você acredita que Orlando terá o seu melhor dia do ano com o “Carna BIS”, como acontece na Bahia?

Xanddy – Eu acredito que terá nesse sentido. Será o melhor dia do ano com uma festa que é cem por cento brasileira. Como eu disse, o povo sente muita saudade e não pode curtir. A nossa intenção é levar a atmosfera brasileira para o evento, embora seja no ‘Hard Rock Orlando’, casa americana. Mas no palco, tanto o repertório quanto a performance, quanto tudo o que estamos montando para a apresentação, e mesmo a recepção, tem uma atmosfera bem brasileira. Nesse ponto, acredito que será um dos dias mais marcantes para os brasileiros, imagino que será um dos dias mais felizes do ano. E eu quero que seja!

NG – Quando o morador tranquilo de Orlando assume a função de empresário, impulsionado por uma grande ideia – como está acontecendo com o “Carna BIS” – o que muda?

Xanddy – Eu acho que esse morador pacato vive na festa, vive fazendo festa (riso). E se mobilizar para fazer essa festa em Orlando junto com outra produtora, que também trabalha com festa, é muito satisfatório. E se o morador pacato for eu, acho que vou estar saindo de um grande Carnaval – no Brasil –, e aí o desejo de fazer uma extensão do Carnaval em Orlando. Depois disso a gente descansa e fica pacato de novo (sorri).

NG – Como está a trajetória do casal (Xanddy e Carla Perez), agora vivendo em Orlando? Você, por exemplo, está se saindo bem com o inglês?

Xanddy – Os nossos motivos em Orlando, todos sabem disso, são as crianças, que quase já não são tão crianças assim, objetivando os seus estudos. E o simples contato com o inglês tem nos ajudado bastante, mas o foco principal são os nossos filhos. A nossa vida é muito lá e cá, mas está sendo uma experiência muito boa estar fora e conhecer a cultura americana, e poder dar aos nossos filhos a oportunidade de estudar e de ser pessoas independentes. Isso é muito importante.

NG – Qual o fator preponderante que motivou você e a família a deixarem o Brasil?

Xanddy – Nós não deixamos o Brasil! O Brasil continua sendo nossa casa, o nosso trabalho está no Brasil. Como eu disse, foi com intenção de dar oportunidade aos nossos filhos de estudarem fora.

NG – E como ficam os seus compromissos agendados no Brasil à frente do “Harmonia do Samba”? Dá para conciliar?

Xanddy – Todos os meus compromissos foram adequados para essa minha jornada, esse desafio. Tanto eu quanto a Carla (Perez) temos conciliados os nossos trabalhos no Brasil de forma bem bacana, e não tem atrapalhado nada, não. Claro que houve certa redução no ritmo de trabalho para que a gente se encaixe, mas está tudo certo na minha agenda com o ‘Harmonia’ e a Carla com os trabalhos dela.

NG – Como tem sido o seu convívio com a comunidade brasileira na Flórida? Tem liberdade ou suas aparições em locais públicos ficam restritas?

Xanddy – Nosso convívio com a comunidade tem sido muito bacana, aqui todos se abraçam. Orlando se parece muito com a cidade do interior, vira e mexe todo mundo se encontra. Sempre ocorrem novas amizades. Claro que quando alguém pede uma foto à gente atende, sem problemas, embora em Orlando o assédio neste sentido seja bem menor. Muitas pessoas moram na cidade há anos e não estão atualizados com as coisas do Brasil. Mas a gente tira de letra, é tudo muito bacana.

NG – Qual o recado para os brasileiros que vão poder curtir o “Carna BIS”? Alguma recomendação em especial?

Xanddy – O recado que eu tenho a todos que vão curtir o ‘Carna BIS’, principalmente os brasileiros, é que reservem uma carga bem grande de alegria, de vontade de se sentirem no Carnaval brasileiro, especialmente o baiano. Esse é o nosso desejo de levar essa atmosfera do Carnaval brasileiro.

NG – A parceria com a empresária e promoter Priscila Triska é o pontapé para novos projetos na Flórida?

Xanddy – A parceria com a Priscila (Triska) é muito boa, o pontapé inicial para vários projetos na Flórida e em todo Estados Unidos, no Canadá. Conheço a Priscila há um ano e meio, ou mais, e antes da parceria de trabalho veio à amizade. Gostamos muita dela como amiga e, agora, como sócia. É uma pessoa séria no seu trabalho. Estamos motivados, como todo o pessoal da ‘BIS’, e vamos realizar muitos bons trabalhos.