Lembranças que enfeitam

voltar

JUL/14 – pág. 68

Untitled-3Lembranças de viagem, selos, bibelôs, câmaras fotográficas, porcelanas antigas, qualquer item pode ser colecionável. A coleção surge quando temos vontade de guardar para sempre determinado objeto de valor sentimental. Estes objetos, acumulados ao longo de anos, têm a ver com a nossa história e as boas lembranças. Se em outros tempos as coleções ficavam armazenadas em algum canto qualquer da casa, hoje elas podem integrar a decoração, revelando a personalidade do morador.

Existem também as coleções que surgem ao acaso, sem explicação. Aquela que começou por um objeto que simplesmente chamou a sua atenção pela beleza e acabou ganhando vários semelhantes que se multiplicaram pela casa. Hoje, a ideia é fazer a exposição, reunindo os tesouros guardados para deixar sua casa mais charmosa, organizada e, principalmente, com a sua cara.

Como expor: se você possui uma coleção, a forma de expor dependerá do tipo de item que coleciona.

Molduras: fotografias, selos, cartas, postais, tickets de viagens e outras lembranças de papel podem ser expostos em quadros com moldura e vidro, organizados por tema.

Cristaleira: pratos, xícaras, vasos e louças podem ser reunidos em diversos tamanhos, cores e texturas.

Prateleira, estantes, nichos: latas de cerveja, miniaturas de garrafas de bebida, canecas e copos.

Vitrines fechadas com vidro: miniaturas de carros, cadeiras de design, miniaturas de animais e muitas outras coleções.

Dicas: lembre-se de buscar uma ordem cronológica, especialmente se você guarda objetos variados. É bom agrupá-los, porque lá estão momentos de sua história e certamente sempre serão muito apreciados. A ideia é criar espaços cada vez mais exclusivos e personalizados, pois já é tendência mundial imprimir a cara da pessoa no ambiente no qual ela vive.

Espero que aproveitem as dicas. Até a próxima!

Viviane Sperb
Arquiteta
viviane@nossagente.net