FBI investiga, e Marco Polo Del Nero pode ser indiciado

FBI investiga, e Marco Polo Del Nero pode ser indiciado

marco_polo_Marco Polo Del Nero é o próximo alvo das investigações do FBI referente aos escândalos de corrupção no futebol. Segundo o jornal Estado de S. Paulo, o departamento de investigações americano está coletando provas, principalmente bancárias, para denunciar o atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol.

Nesta segunda-feira, Loretta Lynch, procuradora geral dos Estados Unidos da América, afirmou em entrevista coletiva que as investigações não chegaram ao fim e mais nomes poderão ser indiciados nas próximas semanas. José Maria Marín foi um dos alvos de Loretta no início das investigações. O ex-mandatário do futebol brasileiro segue preso em Zurique desde o dia 27 de maio e aguarda definição se será extraditado aos Estados Unidos.

O Departamento de Justiça dos EUA confirmou que dois funcionários da CBF, da Fifa da Conmebol estão sob investigação. Ricardo Teixeira e Del Nero estariam entre esses nomes. Agora, o FBI quer descobrir transações e contas bancárias que denunciem o envolvimento dos cartolas no esquema de corrupção.

Questionada se mais brasileiros estariam envolvidos nos esquemas, Loretta não deu uma resposta concreta: “Expandimos nossa investigação desde maio e vamos abrir novos casos contra pessoas e entidades. A dimensão de nossa investigação não é limitada, e iremos seguir as evidências para onde elas nos levarem. Antecipamos novas acusações contra indivíduos e entidades”, disse a procuradora.

Mesmo sem provas concretas de sua participação em esquemas de corrupção, Marco Polo Del Nero tem evitado sair do país e através de representantes sua presença é preenchida em eventos. Recentemente, o presidente da CBF enviou Fernando Sarney como representante a uma reunião da Conmebol. Filho de José Sarney, Fernando é um dos vice-presidentes da CBF.

Fonte: esportes.terra.com.br