Acusada de símbolo racista, estátua de Roosevelt é retirada após 80 anos

Monumento do ex-presidente dos EUA, Theodore Roosevelt, foi removido de museu em Nova York  

Após 80 anos posicionada em frente do “Museu Americano de História Natural”, de Nova York, a estátua do ex-presidente dos EUA, Theodore Roosevelt foi removida esta semana, após batalha judicial, por ser considerada um símbolo racista 

Da Redação 

Após controvérsias, a estátua do ex-presidente dos EUA, Theodore Roosevelt, que durante 80 anos ficou em frente do “Museu Americano de História Natural”, de Nova York, foi removida nesta semana após críticas à sua “imagem racial”, por muitos considerado um símbolo racista. O ex-prefeito Bill de Blasio sofreu pressões para a retirada do monumento, enfrentou grupos radicais, mas na gestão do atual prefeito, Eric Adams, a escultura foi retirada.   

______continua após a publicidade_______

retaxes

Importante ressaltar que o pedido de remoção do monumento foi aprovado por de Blasio em junho de 2020 e, um ano depois, a “Comissão de Design Público” da cidade de Nova York votou por unanimidade para remover e armazenar temporariamente a escultura. 

A estátua do 26º presidente dos EUA montado em um cavalo com dois homens, um nativo americano e um africano, de cada lado, incomodava, principalmente os americanos negros. A remoção começou na terça-feira (18) e a escultura foi retirada na quinta-feira, após um processo de um ano e meio.

Inclusive, um porta-voz do museu disse em um comunicado na quinta-feira (20), que o processo de remoção da estátua foi “conduzido por especialistas em preservação histórica e aprovado por várias agências da cidade de Nova York”. O processo incluirá a restauração da praça em frente ao museu. 

A estátua de Theodore Roosevelt agora se junta a uma série de outros monumentos americanos que foram realocados nos últimos meses. A maioria, se não todas, dessas remoções foram motivadas pelos protestos de 2020. “A estátua em si comunica uma hierarquia racial que o museu e o público há muito consideram perturbadora”, escreveu a instituição no pedido de junho. 

Desde 1940, a escultura ficava em frente ao museu de Nova York e foi originalmente encomendada para celebrar Roosevelt. “O museu se orgulha de continuar sendo o local do memorial oficial do estado de Nova York a Theodore Roosevelt”, acrescentou em nota. 

____________________publicidade___________________

seguro

seguro

anuncie