CPLP – Um grande mercado que fala nossa língua

CPLP – Um grande mercado que fala nossa língua

voltar

Vez por outra, dentre tantas feiras nacionais e internacionais que participamos ou tomamos conhecimento, uma delas se destaca pela facilidade ou pelos aspectos sócio culturais.

Trata-se da Feira de Negócios em Língua Portuguesa – ENLP.

A Feira de Negócios em Língua Portuguesa é uma promoção da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP. Essa associação reúne os oito países do mundo que falam português – Angola, Brasil, Cabo verde, Guine Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Na última Cimeira da CPLP, em Dili, no Timor Leste, a Guiné Equatorial foi admitida como membro pleno.

cplp---mapa

Dos partícipes da Comunidade um está na Europa, outro na América do Sul, um na Ásia e seis estão na África.

Apesar de pequeno, em termos mundiais (apenas 260 milhões de consumidores), há que ser considerado sua distribuição e a facilidade linguística que nos une. O subgrupo africano, os Países Oficiais de Língua Portuguesa – PALOP´s, estão bem distribuídos dentro do Continente. Todos estão na Costa Leste, enquanto Moçambique está na Costa Leste, logo acima da África do Sul.

O único “senão” a expansão desse mercado é a questão logística. O transporte marítimo para a África é por demais complicado e tempo de transito (ou transit time) bastante longo. Porem, com um pouco de inteligência e vontade política, essa questão pode ser resolvida com ações pontuais do governo brasileiro junto às Companhias de Navegação em sintonia com os governos africanos.

Uma proposta no sentido de solucionar o problema do transporte do Brasil para a África foi lançada recentemente através do livro As Relações Comerciais Brasil – África, livro desenvolvido em parceria com Jose Flavio Saraiva, da Universidade de Brasília, Nelson Bessa, do Ministério da Fazenda, Gustavo Pontes, também da UnB.

Há um ditado, em bom e puro português, que diz: Tudo vale a pena se a alma não é pequena.

Pois é: O mercado que fala português na África pode ser pequeno. Porem, as portas que ele abre são imensas.

Author (2)cAltair Maia
Consultor Internacional
www.africanner.com
Skype: altair2001 / E-mail: altair2001@yahoo.com