Jornalista diz que Flu está previsível e ‘sofrendo uma crise mitológica’

Jornalista diz que Flu está previsível e ‘sofrendo uma crise mitológica’

Sidney Garambone afirma que venda de jogadores afetou elenco e vê time tricolor inferior ao Goiás na derrota por 2 a 0 pelas oitavas da Copa do Brasil

IMG_0546
Sidney Garambone

A eliminação para o Goiás, na Copa do Brasil, revela um período de crise vivido pelo Fluminense, na opinião do jornalista Sidney Garambone. O Tricolor carioca foi derrotado por 2 a 0 nesta quarta-feira pelo Esmeraldino e caiu nas oitavas de final. Para Garambone, o técnico Vanderlei Luxemburgo enfrenta dificuldades para armar um time competitivo, já que depende das categorias de base e comanda uma equipe desfalcada pela venda de jogadores como Thiago Neves e Wellington Nem.

– O Fluminense está sofrendo um crise mitológica, é uma hidra, de duas cabeças. Uma cabeça é experiente, com jogadores bem rodados, campeões brasileiros, e outra com a molecada de Xerém. Teria de ter uma terceira que equilibrasse isso. O Luxemburgo está tendo que pedir ajuda aos garotos, que são cinco ou seis por jogo. A turma mais experiente transformou o time em algo previsível demais – disse no “Redação SporTV”.

Garambone afirmou que o Flu foi inferior em campo no Serra Dourada. Segundo o jornalista, Fred está sentindo a falta de um companheiro à sua altura.

– O Fred funciona muito bem com um velocista e está sem. Está sentindo muita falta do Wellington Nem. O Fluminense precisa resolver esse problema até o final do ano.

No segundo gol do Goiás, Luxemburgo reclamou de uma falta de Walter sobre Igor Julião. Garambone acredita, no entanto, que o lance foi limpo.

– Acho que não foi falta. O Walter, por ser mais forte, costuma girar em cima do zagueiro, e o juiz dá falta.