“Gota” a doença dos Reis: Como prevenir e tratar naturalmente

“Gota” a doença dos Reis: Como prevenir e tratar naturalmente

voltar

FEV/15 – pág. 65 e 66

medicina_natural_gotaGota é uma das mais antigas formas de artrites conhecidas, já encontrada há cerca de 4000 anos na antiga civilização egípcia. Historicamente, ela foi conhecida como a “Doença dos Reis” devido à tendência de comprometer a realeza decorrente do uso excessivode carnes, álcool e gorduras. Essa doença também pode estar associada à predisposição genética familiar.

Ela ocorre quando o ácido úrico, que normalmente é excretado pela urina, começa a se acumular no sangue. Quando chega a níveis excessivos, começa a cristalizare são estes cristais que serão depositados nas articulações (muito comum dor no dedão do pé) e nos tendões, causando intensa dor e inflamação aguda. Algumas vezes, esses cristais podem depositar-se abaixo da pele ou nas vias urinárias causando “pedra nos rins”.

Atualmente, a incidência de gota aumentou consideravelmente devido ao aumento dos fatores de risco, como dieta, uso de álcool, pressão alta, uso de diuréticos, sobrepeso, doenças metabólicas (diabetes, baixo LDL, aumento dos triglicerídeos), osteoartrites e doenças crônicas do rim.
A meta de tratamento para aqueles que sofrem dessa doença é a redução dos níveis sanguíneos do ácido úrico e da inflamação, através de mudanças dietéticas e de estilo de vida e, se necessário, medicamentos alopáticos e/ou homeopáticos.

CUIDADO COM AS PROTEÍNAS

O ácido úrico é formado a partir da metabolização das purinas encontradas naturalmente em nosso corpo, bem como nos alimentos. Alguns alimentos possuem um teor muito alto em purinas, comoas carnes dos animais em geral, órgãos dos animais, peixes como anchovas e herings, aspargos, cogumelos, tomate e frutos do mar, que devem ser evitados por aqueles que sofrem de gota. As proteínas podem ser substituídas pelos legumes, nozes e proteínas dos grãos como quinoa.

COMA FRUTAS SILVESTRES

medicina_natural_gota3O principal foco alimentar para quem tem a doença é: grãos integrais, nozes, pequena porção de frango ou peixe, sementes, soja em moderação, frutas e vegetais. Todas as frutas silvestres (cereja, blueberry, framboesa, amora, morango), especialmente as cerejas pela sua importante ação anti-inflamatória, ajudam a neutralizar o ácido úrico. Recomenda-se em media 8oz de suco de cerejas ao dia e mais ½ copo de frutas silvestres por dia. As berries podem ser frescas ou congeladas.

BEBA MAIS ÁGUA

Como a desidratação aumenta os níveis de ácido úrico, beber mais líquido é muito importante nos portadores de gota. Em média 1 copo de líquido a cada 2-3 horas , durante o dia (considere chá de berries). Mesmo em pequenas quantidades, café e cafeína devem ser evitados devido à tendência de desidratação. Álcool (cerveja etc.) deve ser evitado por interferir na eliminação do ácido úrico do corpo.

DIMINUA GORDURA E FRUTOSE

As gorduras saturadas diminuem a eliminação pelos rins do ácido úrico, por isso, devem ser evitadas, assim como todos os brancos (farinhas brancas, açúcar branco e comidas processadas). Alimentos que contenham xarope de frutose devem ser evitados, pois eles aumentam (diretamente) os níveis de ácido úrico no sangue.

FARINHA DE LINHAÇA

Devido a sua ação anti-inflamatória, ela ajuda no alívio dos sintomas da gota e na eliminação renal do ácido úrico. Recomendação: de 1 a 2 colheres de sopa ao dia.

ALGUNS SUPLEMENTOS AJUDAM

Podem diminuir os níveis de ácido úrico e/ ou quadro inflamatório. Sugere-se orientação especializada, uma vez que os suplementos não são isentos de danos. Vitamina C, quercetina, chromium, óleo de peixe, entre outros.

HOMEOPATIA E ACUPUNTURA

Embora essa doença seja muito influenciada pelo estilo de vida, os medicamentos homeopáticos podem ajudar nas crises dela, com bons resultados, bem como na prevenção de novas crises. Um bom remédio homeopático focado na pessoa com um todo pode ajudar na disciplina, um dos ingredientes fundamentais para mudança nos hábitos alimentares, necessária para a maioria dos pacientes comácido úrico alto. O foco principal do homeopata é tratar o doente como um todo.

A acupuntura ajuda muito no alívio das dores e no rebalanceamento energético.

Toda mudança é difícil, mas a lembrança da intensidade da dor e a possibilidade do retorno das crises servirão como estímulo extra para a reeducação dos hábitos de vida que seguramente trarão alívio e alegria. Quando se faz algo benéfico,verdadeiro e amoroso para consigo mesmo, o Universo sempre vem em nosso auxílio.

Elly Tuchler
Médica Acupunturista
www.acuhomeo.com
(407) 373-0606