Frio intenso já matou mais de 20 pessoas nos EUA e no Canadá

Frio intenso já matou mais de 20 pessoas nos EUA e no Canadá

Temperatura neste sábado (21) chegou a -33ºC no leste americano

Neve nas Cataratas do Niágara (Foto: Carolyn Thompson/AP)
Neve nas Cataratas do Niágara (Foto: Carolyn Thompson/AP)

Uma nova onda de frio, que começou há uma semana, provocou 21 mortes nos Estados Unidos e no Canadá.

Os bichinhos de pelúcia no chão lembram que existem brinquedos órfãos na vizinhança. São do garotinho de 3 anos que morreu de frio no Canadá. Saiu de casa só de camiseta e fralda, e a família não viu. A temperatura era de -27ºC.

“É triste demais”, diz um pai.

Nos Estados Unidos, pelo menos 20 pessoas já morreram de frio esta semana. A temperatura neste sábado (21) chegou a -33ºC no leste americano. Ao todo, 125 milhões de moradores estão na área sob alerta de ventos gelados vindos do Polo Norte.

As temperaturas andam tão baixas que congelam até água em movimento. O Rio Hudson está coberto de gelo nas margens. Nos últimos dias, ele descongela e congela conforme fica frio ou mais frio.

Ao norte, até água em queda livre congelou. Nas Cataratas do Niágara, uma parte do volume continua caindo. O resto parou no meio do caminho.

No interior do estado de Nova York, a água que jorra do chão também congelou e formou uma torre de 15 metros de altura.

Na Carolina do Norte, um carro que estava estacionado deixou lembrança: um retrato perfeito em gelo.

Fonte: g1.globo.com