Com corte orçamentário, EUA vão ter só um porta-aviões no Golfo Pérsico

Com corte orçamentário, EUA vão ter só um porta-aviões no Golfo Pérsico

Chefe do Pentágono aprovou pedido da Marinha.
Outro porta-aviões pode ser deslocado para a região se necessário.

A Marinha dos Estados Unidos vai manter apenas um porta-aviões no Golfo Pérsico, em vez de dois, devido à possibilidade de cortes no orçamento a partir de março, informaram nesta quarta-feira (6) autoridades do Pentágono.

O secretário de Defesa, Leon Panetta, “adiou o deslocamento do porta-aviões ‘USS Harry S. Truman’ (CVN-75)’, que deveria deixar na sexta-feira o porto de Norfolk, Virgínia (leste dos EUA), para se juntar ao ‘USS John Stennis”, informou o porta-voz do Pentágono, George Little, em um comunicado.

“Diante da incerteza em matéria de orçamento (…), a Marinha dos Estados Unidos fez esta solicitação ao secretário (de Defesa), que a aprovou”, ressaltou Little.

Durante muitos anos os Estados Unidos mantiveram dois porta-aviões no Golfo, em particular por causa das tensões com o Irã. Atualmente, têm apenas um porta-aviões na região, o “USS John Stennis”, que, a princípio, receberia a companhia do Truman.

O porta-voz classificou de “prudente” a decisão e disse que a Marinha tem condições de deslocar para a área “rapidamente” outro porta-aviões, se necessário.

Os militares americanos “estão preparados para responder a qualquer tipo de evento e a qualquer ameaça na região”, acrescentou Little.

Com a manutenção no país do Truman, um porta-aviões nuclear com uma tripulação de 5.000 homens, o Pentágono espera economizar centenas de milhões de dólares por ano, indicaram autoridades.

Fonte: g1.globo.com

Posted In: