A história do bolo que surpreendeu a Disney

A história do bolo que surpreendeu a Disney

voltar

FEV/2016 – pág. 14

Tinha tudo para não dar certo, mas a empresária e boleira, Angélica Hubner, superou os desafios e conseguiu entrar no Castelo da Cinderela, no Magic Kingdom, com um bolo de 25Kg, tornando-se a exceção da regra. Uma aventura com final feliz

IMG_2125

Os adultos ficaram surpresos e as crianças fascinadas ao se depararem com o bolo em formato de castelo – pesando 25 kg -, que seguia pela Main Street, do Magic Kingdom Park, na Disney. A cena inusitada, protagonizada pelo casal de brasileiros, Angélica Hubner e Renato Prado, chamou a atenção em meio ao aglomerado de visitantes, afinal, transportar a estrutura de torres rosa exigiu muito esforço e estratégia. O destino era o Castelo da Cinderela onde aconteceria o aniversário de um ano de uma garotinha muito especial, a pedido da família de Ohio. Tudo perfeitamente aceitável não fossem as exigências da Disney em não aceitar, em hipótese alguma, que alimentos de fora sejam levados para os parques. Mas quis o destino que a boleira e doceira Angélica conquistasse um grande feito, tornando-se a exceção da regra. E após superar burocracias, obteve permissão para que o seu notável bolo entrasse no poderoso castelo encantado. Uma história e tanto, e com final feliz!

“A Disney tem uma política muito rígida em relação a alimentos. E segundo exigências da Disney, os funcionários não poderiam tocar no bolo, transportá-lo ou mesmo cortá-lo para distribuir para as crianças. Uma tarefa que coube a mim e ao meu marido executar, e não foi nada fácil porque tivemos que levar o bolo até o castelo, sem ajuda. E depois de tantos esforços, tivemos que justificar a entrada do bolo no castelo da Cinderela”, lembra Angélica. “Conseguimos, depois de muita burocracia, mas foi um privilégio porque nem mesmo o Buddy Valastro – do ”Cake Boss” -, conseguiu essa façanha, pois ele teve de fazer o bolo da filha na cozinha do Castelo”, fala com entusiasmo.

Explicou a empresária que a Disney não faz bolos customizados, e não autoriza a entrada de bolos nos parques. No entanto, quando recebeu o pedido de uma família grega de Ohio para fazer o bolo de aniversário da neta, que faria um ano, não recuou. A festa para vinte pessoas seria comemorada no Castelo da Cinderela, no Magic Kingdom, o que representava um desafio e tanto. “Entrei em contato com a Disney, e depois de várias conversas com o pessoal do ´Disney guest relations´, fui autorizada a levar o bolo para o castelo”, relata Angélica. “Foi uma novela (sorri). Pegamos o ferry boat e depois seguimos pela Main Street carregando o bolo de vinte e cinco quilos – transportado em caixa aberta -, eu e meu marido, imagina. Os turistas ficavam encantados quando viam o bolo, e elogiavam”, conta.

“E quando chegamos ao castelo, exaustos, um funcionário responsável pelo castelo não autorizou a nossa entrada. Ele dizia que o bolo não poderia entrar no castelo por normas de Disney. Tive de explicar que tínhamos sidos autorizados, mostrei a minha licença e o meu seguro. Ele perguntou várias vezes quem tinha nos autorizado. E depois de muita conversa, fomos liberados para entrar no castelo, então pegamos uma mesa e finalizamos o bolo. Os funcionários ficaram encantados com o bolo e perguntavam como tínhamos conseguimos autorização porque a Disney não permite esse procedimento”, narra Angélica.

“Depois que montamos o bolo, com muita dificuldade porque nenhum funcionário poderia nos ajudar, me senti aliviada. Nem acreditava que tinha terminado”, comemora Angélica. “E quando íamos saindo, avisaram que a gerente do castelo queria falar comigo. E novamente fui questionada, então falei da autorização, mostrei a minha licença. Não foi fácil. A mulher me olhava abismada e disse que ninguém nunca tinha conseguido autorização da Disney para entrar no parque com um bolo pronto. Isso era meramente impossível. Ela me parabenizou e disse que eu era pessoa de sorte, mas atribuo isso a Deus, foi ele quem me ajudou”, enfatiza da empresária. “A pequena Lola – aniversariante – teve uma festa linda. Foram trinta horas de trabalho para fazer o bolo e mais três horas de logística para entregar o bolo pronto, dentro do castelo. Estamos felizes por mais uma missão cumprida”, sorri gratificada.

Entregas e encomendas

IMG_2126

A talentosa Angélica Hubner é boleira e doceira conceituada em Orlando. Faz bolos deliciosos, de vários sabores, para festas e casamentos, também preparando brigadeiros, trufas, enfim, uma infinidade de delícias encomendadas por empresas renomadas, incluindo a “Churrascaria Fogo de Chão”, “Supermercado Brasileiro”, entre outros restaurantes, e também atendendo pelo website. “Alugamos um Cherry Kitchen onde produzimos os nossos bolos e doces para servir bem os nossos clientes. Temos uma demanda muito boa e temos trabalhado bastante. Inclusive, tenho licença e faço casamentos na Disney”, complementa.

Indagada sobre a sua paixão pela cozinha, mais propriamente em preparar doces e sobremesas, ressalta Angélica Hubner que aos 18 anos, quando terminou o Magistério, foi lecionar para crianças de escola pública, em um sítio na cidade de Piedade (SP). Influenciada pela mãe, que também é professora, a jovem adorava ficar com as crianças, mas percebeu que a parte alimentar naquele estabelecimento de ensino era precária. “Eu comecei a cozinhar para as crianças e elas adoravam. A partir daí descobri a minha paixão em preparar pratos”, diz. “No Brasil sempre trabalhei com alimentos e preparava sobremesas para os restaurantes, como chocolate, trufas, bolos. Tinha uma fábrica em casa e trabalhei como autônoma”.

O seu interesse pelos Estados Unidos foi motivado pelas irmãs, que moravam em Orlando. Ela era a única filha que residia em Sorocaba – interior de São Paulo. Em 1999 se mudou para Orlando quando foi convidada pelo empresário Walter Benz para trabalhar no “Tie Break Café”, onde permaneceu até 2003. “O ´Tie Break Café´ foi o primeiro café em Orlando. Comecei trabalhando como funcionária e depois fui proprietária do café. Uma experiência muito boa”, comenta.
Com excesso de trabalho, Angélica – natural do Rio de Janeiro e criada em Sorocaba(SP) -, decidiu vender o “Tie Break Café”, em 2003, quando voltou para o Brasil. Ela se sentia estressada e precisava espairecer a mente. “A minha irmã Carol continuou fazendo os bolos em casa e passei para ela os meus clientes em Orlando”, enfatiza a empresária. Em 2005, Angélica resolveu retornar a Orlando, abrindo o “Yummies Desserts”, casa de café e chá , servindo bolos e doces. “Ficamos no ´Yummies Desserts´ até 2013, quando decidimos alugar um Cherry Kitchen para atender as encomendas de bolos e doces para festas e casamentos, também servindo a nossa clientela nos restaurantes. Um trabalho extremamente prazeroso”, finaliza a boleira e doceira.

Serviço

Fone: 407-851-6060

www.yummcake.com

Facebook: Yumm Cake

Instagram: @angelicahubner


WaltherAlvarenga

Walther Alvarenga