Saquear a esperança é inconstitucional

Saquear a esperança é inconstitucional

voltar

JUN/2015 -pág. 03

Vintage Hymn BooksComo expurgar da história a incidência de sucessivos eventos catastróficos que comprometem a imagem de um país? O Brasil passa por período dificultoso, no âmbito político, econômico e social, inquietando os bons ânimos de milhões de cidadão que pagam seus impostos. Um contingente de brasileiros que clama pelo escape, em meio à enxurrada de denúncias, ao que parece, intermináveis. A pulsação cívica capenga. E os intelectuais que defendem – e defenderam – os interesses da classe menos favorecida, hoje, inexplicavelmente, sentam-se à mesa, tomam do mesmo vinho e cochicham ao pé do ouvido daqueles que manipulam e saqueiam a esperança do nosso povo. Há neste contexto uma inversão de valores, diria, a democracia regada ao escuso, que encurrala o bom senso. É a felicidade às avessas! Com isso, minguaram-se as chances, e não há a quem recorrer. Não foi só dinheiro que roubaram. Roubaram a esperança e o sorriso do brasileiro!

Sobrepor ao poderio do PT é um exercício de tolerância, embora manter-se impassível aos acontecimentos abusivos, seja entediante. O partido empurrou o Brasil à um beco sem saída, contradizendo às promessas de crescimento pleno, pois o relatório Focus – BC ( Banco Central), divulgado esta semana, indica o avanço da inflação. Os especialistas elevaram a perspectiva de alta do IPCA no final deste ano a 8,79 por cento, contra 8,46 por cento na pesquisa anterior, na nona semana seguida de piora da projeção. Outro detalhe: O crescimento do dólar afugentou o consumidor das compras e isso leva preocupação ao empresariado, embora turistas continuem visitando e consumindo em Orlando.

Há apreensão entre os brasileiros residentes no país com os respectivos familiares no Brasil. Crise e corrupção alarmam a todos, indistintamente, embora ainda há chances de reverter esse quadro. Às duras penas, tudo pode mudar. O momento que governo de Dilma Rousseff atravessa é difícil e complexo e o remédio para sair dessa situação é amargo.

É primordial que a chamada ditadura disfarçada, com desmandos políticos, seja uma página virada, retomando o crescimento. O nosso Brasil carece sair do limbo econômico para então devolver a dignidade que saqueou da sua gente. Estamos de olho por aqui, prestando atenção no “barulho” que estão fazendo lá embaixo – o Brasil. E quem sabe, tudo é possível, o sopro dos deuses possa mudar os rumos dessa trajetória de banalidades, favoritismos e manobras. Surrupiaram a alegria do povo e isso é inconstitucional, pois fere o direito do cidadão de bem.

WaltherAlvarenga

Walther Alvarenga