15 de abril termina o prazo para entrega do imposto de renda para pessoa física

15 de abril termina o prazo para entrega do imposto de renda para pessoa física

Uma extensão de prazo, por até seis meses, pode ser solicitada, mas não isenta o pagamento de impostos devidos

Edição de março/2019 – p. 16

Se você deixou para a última hora é o momento de correr. Em 15 de abril termina o prazo para os brasileiros que residem nos Estados Unidos fazerem a declaração para o fisco americano. A data é para pessoa física e para as corporações, semelhantes às SAs no Brasil. Já para as empresas Limited Liability Company – LLC, como as Ltda. brasileiras, o prazo terminou em 15 de março. Para quem mora no Brasil, mas possui imóveis para férias, locação ou investimento nos EUA, o prazo se encerra em 15 de junho.

A CEO do Larson Accouting Group, Carol Larson, lembra que um planejamento tributário pode minimizar o pagamento dos impostos, mas tem que ser feito de forma bastante equilibrada e por profissionais. “Cada caso é um caso e é preciso ser avaliado com cautela e profundidade”, ressalta a especialista que atua no setor há quase 20 anos.

A executiva destaca alguns erros bastante comuns nesta reta final. “Mantenha suas faturas e recibos organizados antes de começar a sua declaração. Você levará mais tempo do que imagina para reunir todos os documentos. Lembre-se de ter sempre os recibos originais para as comprovações”, completa Carol Larson.

Ela ainda orienta a reunir os principais documentos como cartão do seguro social ou o ITIN (número individual de identificação de contribuinte), o EIN (número de identificação de empregador) de sua empresa, e os relatórios de ganhos, como o W2 e 1099. “É importante também ao relacionar despesas evitar misturar os gastos da empresa com as contas correntes pessoais. Isso é mais comum do que se imagina”, alerta a CEO do Larson Accouting Group.

Para quem precisar, ainda é possível solicitar uma extensão de prazo por até seis meses para prorrogar a entrega do documento fiscal. A solicitação tem que ser feita formalmente por telefone, e-mail ou presencialmente. “Mas a extensão não isenta o contribuinte de pagar o imposto devido, se houver. Se o tributo a ser pago for alto é possível também solicitar um parcelamento por meio de um acordo com o Internal Revenue Service – IRS no momento da declaração”, finaliza Carol Larson.