Washington declara estado de emergência; tempestade e nevasca paralisam cidades  

 

Vários pontos de Washington inundados; rodovias interditadas devido as fortes chuvas na cidade

Fim de semana de transtornos em várias cidades dos EUA com a nevasca e tempestades que provocaram caos. O governo de Washington declarou estado de emergência com as tempestades violentas; em Nova York a neve fechou rodovias e ferrovias – interrompeu voos  

Da Redação 

Foi um fim de semana de transtornos com nevascas e tempestades que paralisaram os EUA – de Washington a Nova York –, provocando alagamentos e neve em grande quantidade, cobrindo estradas e ferrovias, interrompendo voos. Passageiros ficaram presos em trens por 28 horas, aguardando o resgate de bombeiros.

 Sem dúvida, um rigoroso inverno, com chuvas intensas, que colocaram bairros debaixo de água na região oeste do país. Já na parte leste, o problema foi causado pela grande quantidade de neve, bloqueando ruas e rodovias.  

O governo de Washington declarou estado de emergência com as tempestades violentas desde 17 de dezembro, levando caos aos moradores. Mais de 150 mil pessoas estão sem luz ao longo da costa oeste do país. 

A tempestade que atravessou a costa do pacífico parou a cidade de Centralia, em Washington, que fica a pouco mais de 100 km de Seattle, no norte do país. O volume de água que a tempestade despejou sobre o estado bateu todos os recordes, e 38 avalanches tornaram a principal estrada da região intransitável. 

O governo mobilizou a guarda nacional para evitar que outras áreas sejam tomadas pelas águas. No leste, o trabalho de limpeza das estradas ocupadas pela neve continua, e provocou acidentes que deixou milhares de motoristas parados por mais de 24 horas. 

Para quem pegou o trem de Washington a Nova York, por exemplo, a situação foi de desconforto e frio. Passageiros chegaram a ficar 28 horas dentro do vagão, sem iluminação e expostos ao frio.