Sete elementos necessários à saúde de seu cérebro

Sete elementos necessários à saúde de seu cérebro

Edição de fevereiro/2018 – pág. 32

Sete elementos necessários à saúde de seu cérebro

Dr. Daniel J. Siegel é um psiquiatra formado em Harvard muito conceituado e autor de vários livros. O último “The Yes Brain”, ou seja, “O Cérebro Sim” (tradução literal) conta sobre como cultivar coragem, curiosidade e resiliência na criança.

Os pais, a sociedade e a escola educam a criança de tal maneira que tanto podem criar um “Cérebro Não”, resistente aos trabalhos de casa, hora de ir para a cama, escolhas de comidas e a ter disciplina; como um “Cérebro Sim”, com maior flexibilidade, imaginação, facilidade em correr riscos, explorar e ter menos medo de cometer erros. Estas últimas crianças são mais abertas ao mundo e à vida, mesmo durante tempos difíceis, construindo melhores relacionamentos e tendo poder de decisão. Para o Dr. Siegel e a Dra. Bryson, com quem escreveu esta última obra, os quatro fundamentos do “Cérebro Sim” são equilíbrio, resiliência, perceptividade e empatia.

Os adultos podem aprender a distinguir quando e como conduzir a criança durante algo difícil, em vez de protegê-la, para que ela possa aprender a lidar com os mais variados sentimentos e a construir positividade. Para mais conhecimento em relação ao assunto, visite a página http://www.drdansiegel.com e assista a algumas das apresentações do Dr. Siegel no youtube.

A corrente pesquisa sobre a manutenção da saúde do cérebro resume-se em sete pontos:

  • durma perto de 7 a 8 horas (mesmo que esteja habituado a menos). Experimente nas férias a não colocar despertador e descubra de quantas horas o seu cérebro precisa;
  • exercite-se com regularidade. Se possível todos os dias;
  • divirta-se, faça atividades agradáveis e que o façam rir;
  • mantenha-se ativo socialmente. Precisamos estar sempre conectados a familiares e amigos;
  • medite, permita-se momentos de silêncio e descanso mental (isso não significa dormir, nem assistir à TV);
  • alimente-se bem com refeições nutritivas, variadas e em quantias equilibradas. Fuja de alimentos processados e gordurosos, frituras e doces;
  • foque-se no trabalho e/ou na escola.

Esta é a receita para todos que tentam equilibrar o trabalho, a família e a vida pessoal. Esses sete pontos fomentam um cérebro mais saudável e capaz de maior equilíbrio.

Sou testemunha de que momentos compartilhados com amigos divertidos, ouvir um concerto, meditar ou se exercitar regularmente ajudam a minha rotina de longas horas de trabalho a ser muito mais produtiva, bem como me equilibram na resolução de assuntos difíceis – familiares ou pessoais. Como exemplo cito que, recentemente, revi muita música de Carnaval e dancei ao ritmo de música de Nova Orleans, que é bem inspiradora. O cérebro é o nosso computador! Devemos cuidar muito bem dele!

Se quiser comentar ou obter mais informações, telefone-me e/ou visite o site: http://www.ortigao.com