Prata pela Seleção Brasileira nas olímpiadas de Los Angeles em 84, Mauro Galvão participa do Programa do Sócio desta quarta-feira

No quadro “Sócio Pergunta” um bate-papo com Romarinho e o goleiro Cássio Ramos direto do CT do Corinthians.

O Programa do Sócio tem novo dia e horário. O semanal do PFC, apresentado por Sérgio Lobo, agora será exibido quarta-feira às 17h (horário de Brasília). O convidado dessa semana é o ex-zagueiro Mauro Galvão, medalha de Prata nas Olimpíadas de Los Angeles, em 1984, e que atuou pelo Bangu, Vasco, Botafogo, Internacional, Grêmio e Seleção Brasileira.

Mauro Galvão começou a carreira no Internacional, mas também conseguiu ser ídolo do Grêmio. Em 1979 foi Campeão Brasileiro invicto pelo Colorado. Com a camisa da Seleção Brasileira foi medalha de prata nas Olimpíadas de 1984. Vestiu a Canarinho em dois Mundiais, em 1986 e 1990. Passou pelo Bangu, e em 1987 foi para o Botafogo e ajudou o time a conquistar o título Carioca de 1989, depois de 21 anos sem ser campeão. Galvão passou seis anos na Suíça até voltar para o Grêmio em 1996, onde foi campeão do Brasileiro daquele ano e da Copa do Brasil de 1997. Ainda neste ano, foi para o Vasco ganhando o Brasileirão e a Libertadores do ano seguinte. No Gigante da Colina conquistou também o Brasileiro de 2000 e no final do ano voltou para o Grêmio para encerrar a carreira em 2002. Mauro Galvão se tornou técnico e diretor-executivo de futebol.

 

No quadro “Sócio Pergunta” a equipe do programa foi ao Centro de Treinamento do Corinthians conversar com o atacante Romarinho, autor do golaço do fim de semana pela 16ª rodada do Brasileirão na partida contra o Coritiba. O apelido “Romarinho” na qual herdou, não faz referência ao ex-jogador Romário, é só a junção dos nomes de seu pai, Ronaldo, e de seu avô, Mário. O atacante começou no Rio Branco em Americana. Ano passado foi para o São Bernardo e depois para o Bragantino, onde seu futebol começou a ser reconhecido e foi considerado revelação do Campeonato Paulista chegando ao Timão. Também respondeu as perguntas dos sócios o goleiro Cássio Ramos. Cássio, que começou no Grêmio, foi para o PSV da Holanda em 2007. Ficou um ano na reserva e foi cedido por empréstimo para o Sparta Roterdã, onde foi titular, antes de voltar ao PSV. Em setembro de 2011 assinou a rescisão amigável, fechando com o Corinthians. Só em abril deste ano virou titular no lugar de Júlio César. Estreou na Libertadores em maio contra o Emelec pelas oitavas-de-final onde foi o nome do jogo. Levou apenas dois gols na Libertadores e sagrou-se campeão.