O que pode e o que não pode se usar em um velório

voltar

AGO/12 – pág. 58

velorioQuando isso acontece com alguém muito próximo da nossa família a dor é tamanha que a roupa é a ultima coisa que a gente pensa é na roupa que vai vestir. Mas, e se você precisa comparecer a um velório de alguém do seu trabalho ou de algum conhecido? Aí a coisa já muda de figura, porque você não vai querer estar totalmente fora do contexto, com uma roupa alegre ou extravagante demais, chamando toda atenção, certo?

Sempre surgem aquelas velhas questões tipo: será que é obrigatório o uso do preto total? Pode-se ir toda de branco? Pode-se usar alguma roupa colorida? E as bijouterias? Maquiagem? Chapéus são dispensáveis? Não tem jeito, todo mundo fica um pouco inseguro mesmo com medo de passar dos limites. Mas, nós vamos esclarecer isso com calma e ver o que pode e o que não pode se usar em um velório:

• o preto é considerado luto em nossa cultura. Mas, você pode, tranquilamente, combiná-lo com outros tons suaves como nude, branco ou outra cor de sua preferência. Deixe a peça preta para a parte de cima. Ir de luto fechado (preto da cabeça aos pés) fica reservado para as viúvas ou parentes muito próximos. Outra forma elegante e interessante é vestir algo que homenageie o falecido, tipo uma peça de roupa que ele lhe deu (desde que seja apropriada);

• as roupas muito chamativas, seja pelo brilhos, pelos tamanhos mini, pelos tecidos estampados ou pelas cores berrantes, definitivamente, ficam fora. Velório não é carnaval nem desfile de moda. É um momento de muita dor para a família e você tem a obrigação de respeitar isso nem que seja pelo modo como se veste;

• esqueça também todas as bijouterias que fazem muito barulho, perfumes fortes ou maquiagem colorida demais. Tenha bom senso e opte sempre por um visual mais clean e básico;

• esqueça tudo o que é sexy nesse momento: roupas justas, saltos muito altos, decotes, bolsas muito grandes e lingerie à vista;

• nada de roupas muito casuais ou esportivas como chinelos de dedos, shorts, blusinhas de alça, vestidos tipo de praia, etc;

• se você é daquelas pessoas bem religiosas, tudo bem se qusier ir com uma camiseta da sua religião, desde que isso não agrida a famíla do falecido;

• os homens podem ir de calça + camisa pretas ou terno, dependendo do clima da cidade, da proximidade com o falecido ou das regras impostas pela família;

• as mulheres devem sempre prezar por peças clássicas e com conforto tipo: vestido estilo coquetel dress, um tailleur, calça reta + camisa de botão ou cardigan, saia nos joelhos + camisa ou casaquinho, jeans + suéter, etc. Tudo vai depender da sua proximidade com a família. Os acessórios como lenços, óculos escuros, chapéus e luvas devem ser escolhidos de acordo com a ocasião e o clima da cidade;

• se você for, apenas, uma convidada, fica liberada para escolher entre as cores preta, azul-marinho, bordô, verde musgo, cinza, marrom ou bege. Todas elas são neutras, discretas e elegantes;

• por fim, tenha bom senso e boas maneiras: nada de conversas tolas e risadas altas nesse ambientes. Um velório não é uma festinha social. Procure ficar mais em silêncio (# quem sabe até rezar pela alma do falecido e pela família), respeite a dor do outro, dê suas condolências, ofereça seu ombro, uma água, uma cadeira, seja gentil e discreto.

Todos nós já passamos ou vamos passar por isso um dia, então é bom mantermos o estilo, nas roupas e no modo de se comportar!

Valéria Didier
Consultora de Imagem
moda@nossagente.net
www.temqueterestilo.com.br