Episódios polêmicos no novo livro autobiográfico de Roberto Carlos

O novo livro autobiográfico de Roberto Carlos chega às livrarias no próximo dia 15 de dezembro

O público fiel de Roberto Carlos aguarda o lançamento do novo livro autobiográfico, “Roberto Carlos Outra Vez”, de Paulo César de Araújo, no próximo dia 15 de dezembro. E desta vez, em comum acordo com o autor, o cantor não irá barrar à venda do livro, como ocorreu na obra anterior, “Roberto Carlos em Detalhes”

Da Redação

Para o público fiel de Roberto Carlos, o lançamento do livro autobiográfico, “Roberto Carlos Outra Vez”, de Paulo César de Araújo, no próximo dia 15 de dezembro, vem sendo aguardado com grande expectativa. E segundo o autor, episódios até então nunca revelados sobre a vida do rei – incluindo o acidente que o fez perder parte da perna –, estão relatados nesta obra de 700 páginas.

______continua após a publicidade_______

seguro

E desta vez, Roberto não irá polemizar – tentar impedir à venda do livro –, como aconteceu no livro anterior, “Roberto Carlos em Detalhes”, de 2006, do mesmo autor, que deu muita confusão. Na ocasião, Roberto foi apelidado de “Mãos de Tesoura” em editoras e entre biógrafos, pelo seu comportamento considerado antidemocrático – quando alguém ousa publicar uma obra que aborde sua trajetória.

Era a terceira vez que o cantor foi à Justiça tentar impedir a circulação de um livro no qual é citado, numa demonstração de desprezo pela liberdade de expressão. Isso também aconteceu com o livro da professora Maíra Zimmermann, autora de “Jovem Guarda: Moda, Música e Juventude” (Estação das Letras e Cores), que recebeu uma notificação extrajudicial, dando um prazo de dez dias para que fosse retirada das livrarias a edição de mil exemplares de sua obra.

Em comum acordo, Roberto e Paulo César se alinharam para a publicação do livro, inclusive, o tópico em que a Globo excluiu do filme “Tim Maia” (2014), de Mauro Lima – cena em que mostra alguém da equipe do já famoso cantor Roberto Carlos amassando uma nota de dinheiro e jogando no chão para o até então desconhecido Tim Maia, está no livro. Lembrando que Tim fez parte da mesma turma do bairro da Tijuca que revelaria Roberto e Erasmo Carlos.

O livro conta desde o nascimento de Roberto Carlos, em 1941, até 1970, já depois do fim da Jovem Guarda. Entre as centenas histórias que o autor pôde explorar melhor na nova biografia.



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie