Como Usar o Instagram em sua Estratégia de Marketing de Fusão

voltar

NOV/12 – pág. 35

Já mencionei em vários outros artigos que a melhor estratégia para o marketing moderno é o uso do que chamamos de marketing de fusão, ou como gosto de falar, marketing integrado. Nos todos sabemos que os novos métodos digitais podem funcionar – menos aqui ou mais ali, mas sim se dedicarmos tempo para isso e utilizarmos conteúdo relevante para uma interação com nossos prospectos clientes.

______continua após a publicidade_______

seguro

Aqui vou falar de um desses métodos mais modernos e já muito conhecidos entre os mais jovens empreendedores e amantes dos aplicativos de “smartphones”: Instagram, um aplicativo social baseado no visual, ou melhor, fotos. Para muitos empreendedores, o que torna o Instagram valioso é que o aplicativo gera um imediato feedback sobre o que as pessoas gostam e o que as pessoas não gostam. Assinantes seguidores podem ver uma sequencia de imagens em seus smartphones ou através do Followgram, um “web-based” visualizador de foto. Esse simples detalhe pode criar uma relação única entre o cliente e uma empresa – produtos oferecidos principalmente.

Como menciono no primeiro parágrafo, o marketing inteligente nos novos tempos, é o marketing integrado, e às vezes o que funciona para um pode não funcionar para o outro, ou ainda, o que funciona mais para um pode funcionar menos para outro. No caso especifico do Instagram, o que há de concreto em nível de mercado? Sabemos que nossos filhos adolescentes preferem enviar textos a falar por telefone e sabemos também que os jovens adultos em geral é o grupo que interage mais através das mídias sociais e dos smartphones. Onde quero chegar? Se você tem uma empresa que fabrica ou revende produtos para um mercado jovem, como por exemplo, roupa (para o público jovial é claro), existe uma boa chance de você adicionar o Instagram em seu “marketing integrado” e ter resultados satisfatórios. Fotos tende a mostrar com mais facilidade o estilo que um cliente tem ou deseja ter. Por outro lado, as imagens e o senso de personalidade ajudam a definir uma marca.

A Top Shop, uma rede de lojas de moda Inglesa usa Instagram para marketear os seus novos lançamentos assim também como para mostrar inovação que possa inspirar outras pessoas na área “fashion” (e assim gerar um pouco de marketing viral). A empresa inglesa que tem mais de 250 mil seguidores usa a plataforma do Instagram também para promover ofertas secretas e códigos de descontos. Mas claro, o efeito gerado pelas imagens através dessa plataforma vão muito mais alem da moda e estilo. E podem gerar bons frutos para empresas como o Top Shop, outras tantas como a Starbucks (com mais de 800 mil seguidores) e claro, para alguns pequenos negócios querendo o seu espaço.

Diferente de outras mídias sociais – e um pouco parecido no conceito ao Pinterest, o Instagram é um álbum de fotos e que vai direto ao ponto. Os comentários podem servir para as empresas irem moldando os seus produtos e assim poderem vender outros produto e satisfazer os seus clientes. Claro, imagens precisam ser sempre avaliadas, redefinidas e repostadas. Uma dica final: Se você tem uma presença em outras mídias sociais, pode fazer o que chamamos de cross-marketing, por exemplo, poste no Facebook ou no Twitter prometendo um código de desconto X para quem clique “fallow” no Instagram.

Lindenberg Jr.
Jornalista, consultor 
de marketing e produtor 
de eventos
www.kisuccess.com



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie