Susana Vieira abre o jogo da luta contra leucemia

Susana Vieira abre o jogo da luta contra leucemia

Atriz linha de frente da Globo Susana Vieira surpreendeu fãs do Brasil e exterior ao revelar a luta contra a leucemia há três anos. A atriz confessou que sentiu medo de morrer, e que irá “esbofetear a morte”

Edição de novembro/2018 – p. 46

Susana Vieira abre o jogo da luta contra leucemia

Susana Vieira, atriz amada pelos fãs do Brasil e exterior, com atuação memorável em novelas de expressão da Globo, a exemplo de “Senhora do Destino”, “Amor à Vida”, além de sucessos em minisséries e seriados, passa por momento delicado de saúde. A atriz deixou os admiradores perplexos ao romper o silêncio e revelar a luta contra a leucemia há três anos. Aos 76 anos, comemorados em Portugal ao lado do filho, Rodrigo Vieira, e da nora, Ketryn Goetten, Susana disse que teve medo de morrer e que hoje enfrenta a doença com equilíbrio emocional. Diz que está reagindo bem ao tratamento, se submetendo a sessões de quimioterapia, que iniciaram este ano. “Eu tenho ódio de morrer”, declara. “Se a morte chegar, eu vou esbofeteá-la”, brinca.

Em função das sessões de quimioterapia, Susana recusou o convite do autor Agnaldo Silva para interpretar um dos principais papéis de “O Sétimo Guardião”, na Globo, alegando que tem enfrentado alguns problemas de saúde e que prefere focar no tratamento. A atriz está fora da TV desde que viveu Cora na supersérie “Os Dias Eram Assim”, e foi internada no final do ano passado em um hospital no Rio de Janeiro após ser diagnosticada com uma trombose na perna (TVP) depois de um voo de Miami ao Brasil. “Foi duro, mas está tudo suave, como diz a garotada hoje”, conta.

A leucemia é um câncer que ataca os tecidos formadores do sangue, inclusive a medula óssea. Há muitos tipos e níveis de gravidade da doença, e o paciente pode precisar de transplante de células-tronco. De acordo com a assessoria de Susana Vieira, no caso da atriz, a doença está totalmente controlada. Susana revelou publicamente que sofre da doença durante a gravação do quadro “Pizza do Faustão”, que será exibido apenas em janeiro de 2019, em comemoração aos 30 anos do “Domingão do Faustão” na Globo.

Susana ocupa o time linha de frente do cast de atores globais, ao lado de Regina Duarte, e é umas das atrizes mais disputada por autores de novela, pois sua interpretação dá um toque especial às personagens, garantindo audiência no horário com a sua presença magistral. Com seu jeito extrovertido de ser, diverte os colegas de elenco, deixando evidente o seu bom astral. É extremamente popular e não gosta de esconder do público ou da mídia sobre a sua vida pessoal.

Alguns de seus admiradores desconhecem que Suzana se formou bailarina. O balé abriu portas para virar atriz na TV Tupi nos anos sessenta. Passou pela TV Excelsior antes de ir para a Globo, nos anos setenta, onde está até hoje, com um dos maiores salários da emissora. Casou-se três vezes, a última, com um policial 28 anos mais jovem que morreu de overdose durante a separação. Suzana gosta de cantar e lançou um CD em 2010, com músicas que ela denomina como, “as minhas preferidas”. Inclusive, na ocasião, fez algumas apresentações e teve apoio dos colegas da TV.

A primeira protagonista que viveu na televisão foi à vilã Nice, de “O Anjo Mau”, nos anos setenta, uma babá ambiciosa e bela que contaminou as multidões. Susana chegou a apanhar na rua, e um abaixo-assinado exigiu que o autor da novela – Cassiano Gabus Mendes – matasse a heroína no final, o que acabou acontecendo.

Outro papel de destaque foi o de Lorena, de “Mulheres Apaixonadas”, de 2003, uma mulher madura e bela que vive um romance com um rapaz mais jovem. Depois veio o sucesso como Do Carmo, a nordestina batalhadora em “Senhora do Destino”. Conta à história que ofereceram os dois papéis a Suzana: ela poderia ser a mocinha Do Carmo ou a vilã Nazareh Tedesco (Renata Sorrah fez o papel). Ela ficou com a mocinha, e Renata faturou todos os prêmios de melhor atriz do ano.

Alfinetadas de Susana Vieira

Susana Vieira foi madrinha de bateria da Escola de Samba Grande Rio, em 2005, posto ocupado por beldades da passarela – com seus corpos esculturais –, mas a atriz revidou quando uma repórter a questionou por ter aceito o convite: “Meu amor, eu não estou aqui pela minha bunda, mas pela puta atriz que sou, porque sou Susana Vieira”. E ainda debochou da classe política: “Os políticos morrem de inveja da gente. Eles se estapeiam para aparecer no vídeo, enquanto nós aparecemos todos os dias.”

Em algumas situações Susana mostrou-se indignada com a imprensa, que questionava a sobre a sua real idade, por ser jovem, alegre e estar sempre na companhia de homens mais novos, tachados de “garotões”. “A imprensa tem de parar de exigir que a gente aparente a idade que tem. Não vou me vestir como uma velha de 60 anos. Dizem que as mulheres de 50 anos estão com garotões. Garotão para mim tem até 15 anos. Depois que fez 25 já é homem”, dispara.

“O Sétimo Guardião”

Susana Vieira estava cotadíssima a para viver uma personagem de destaque em “O Sétimo Guardião”, a nova novela global, mas preferiu recusar por estar em tratamento, realizando sessões de quimioterapia. Embora a doença esteja sobre controle, à atriz alegou que ainda não estaria preparada para encarar uma rotina de gravações de uma novela, que são horas exaustivas.

O autor Aguinaldo Silva tinha projetos para Susana na trama, mas entendeu o momento delicado de saúde. Ele confessou que queria um embate entre a personagem de Susana e de Renata Sorrah, parceria semelhante ao estrondoso sucesso de “Senhora do Destino”. Contudo, nenhuma das duas puderam atrizes puderam aceitar o convite.