Winter Garden quer impedir venda de álcool no centro da cidade; população reage

Comissão municipal de Winter Garden se reúne nesta quinta-feira para discutir proibição da venda de bebidas

Portaria proposta por comissão municipal de Winter Garden pode impedir à venda de álcool no centro da cidade. Reunião que acontecerá nesta quinta-feira para discutir proposta de lei impedindo que empresas vendam álcool

Da Redação

Uma comissão da cidade de Winter Garden quer frear a venda de álcool no centro da cidade – pelo menos temporariamente –, e irá votar sobre as restrições o quanto antes. Foi marcada uma reunião para esta quinta-feira, entre os membros da comissão municipal para discutir uma proposta de lei impedindo que empresas e novos negócios vendam álcool. Certamente uma decisão que vem causando polêmica por parte dos empresários e comerciantes. Se aprovada, a portaria durará até 26 de maio de 2023.

______continua após a publicidade_______

retaxes

“Estamos tentando ter certeza de que estamos fazendo a coisa certa. Não estamos promovendo nenhuma violação da lei do nosso lado e estamos nos certificando de manter o controle das vendas de álcool em nossa comunidade”, disse o capitão Scott Allen, porta-voz do Departamento de Polícia de Winter Garden.

Quando consultadas sobre a medida, várias pessoas no centro da cidade admitiram que não tinham ouvido falar sobre o projeto de lei, e a maioria disse que é uma decisão “confusa”. “Por que alguém faria isso?”, questionou uma moradora de Winter Garden: “Temos tantos negócios na cidade como cervejaria, bares e restaurantes.”

Segundo Scott Allen, o problema é sobre regras, não multidões barulhentas ou quaisquer incidentes relacionados ao álcool. “Temos muitas empresas tentando entrar no centro de Winter Garden”, disse. “Entendemos que essas empresas querem servir álcool. Eles têm uma regra que eles têm que seguir.”

O alvará da cidade permite a venda de álcool, mas há condições para isso. A carta afirma que 51% das vendas precisam vir de alimentos e bebidas não alcoólicas no local. Um porta-voz da cidade disse ao News 6 que muitas empresas que não são restaurantes estão pedindo permissão para vender bebidas alcoólicas.

A cidade disse que a moratória lhes dará tempo para garantir que estão seguindo suas próprias regras à medida que o centro histórico cresce. O item está na agenda da reunião da comissão municipal desta quinta-feira à noite. Também é necessária uma audiência pública.

____________________publicidade___________________

seguro

seguro

anuncie