(Un)temporel – La mode passe, le style reste (Coco Chanel)

voltar

JAN/12 – pág. 54

Você sabe qual é o seu estilo? Estar na moda é ter estilo? Podemos copiar o estilo de outra pessoa? Vamos tirar isso a limpo?

Ter estilo não é, necessariamente, estar na moda, como também estar na moda, da cabeça aos pés, é a mais pura falta de estilo (pronto, falei e disse!). O estilo de uma pessoa tem a ver com a sua personalidade e é por isso que pessoas com uma personalidade definida têm também o seu estilo definido, porque ela sabe quem é e o que quer. A moda é passageira, muda de acordo com as tendências dos estilistas do mundo inteiro. Já o seu estilo reflete quem você é, a sua imagem perante os outros. Ter um estilo ajuda até na hora de adaptar a moda ao seu guarda-roupa e a economizar na hora das compras, já que se cria uma consciência sobre aquilo que é mais adequado para você. Claro que dentre os tipos de estilo existentes você deve se identificar mais com um tipo, mas isso não quer dizer que você não possa absorver características de outros estilos. Isso é mais que normal. O que não é nem um pouco normal é sair hippie num dia e clássica no outro. Você também pode adaptar o seu estilo ao longo da vida, por circunstâncias variadas como idade, trabalho, posição social, religião e até casamento, desde que ele seja aquele que melhor represente a sua imagem.

Todos nós passamos uma mensagem não verbal – através das nossas roupas – sobre a nossa personalidade nos primeiros 30 segundos num encontro com as outras pessoas. Às vezes, essa mensagem pode até ser não condizente com a realidade, mas o que interessa é que ela é transmitida mesmo assim. Ou quem não se lembra do ditado que diz: “a primeira impressão é a que fica”. Qual a mensagem que você passa para os outros? Seja no trabalho ou com os amigos, ela é uma imagem positiva e verdadeira de quem você é na vida real? Então, vamos lá nos “estilizar”? Conheça os 7 padrões internacionais de estilos diferentes:


1. Natural ou Esportivo:
esse é o meu estilo na maior parte do tempo. É considerado um estilo clássico na versão esportiva. É composto por peças leves, de fácil coordenação, com cores neutras em que o que mais importa é o conforto. As roupas são feitas de tecidos leves, não marcam o corpo e os sapatos também trazem praticidade na hora de montar os looks. A pessoa que adota esse estilo passa uma mensagem alegre e amigável. Mais indicado para pessoas que trabalham em áreas informais.

2.Estilo Tradicional ou Clássico: esse é o estilo da mulher conservadora. Passa a imagem de alguém madura e segura de si. Composto por peças discretas e tudo coordenado, da bolsa ao sapato. Indicado para pessoas que trabalham em empresas sérias, área de direito, governo, finanças etc. As cores não passam de 3 tons e os tecidos são estruturados, geralmente de alfaiataria.

3.Elegante ou Refinado: esse é o estilo da mulher impecável e glamorosa. Adota peças que tenham qualidade e luxo. Composto por roupas de tecidos de caimento perfeito, como seda, peles e de fibras naturais. As cores são sempre monocromáticas ou tom sobre tom. Indicado para pessoas que trabalham em posições de alta liderança.

 

4.Romântico: o mais feminino de todos os estilos! Passa uma imagem delicada, doce, gentil e graciosa. Os tecidos são leves, florais, de cores neutras ou pastéis. Os babados, as rendas e os bordados são seu carro chefe. As famosas sapatilhas ou sapatos de bonecas não saem dos seus pés. Indicado para trabalhos informais ou momentos de lazer.

5.Sensual: o mais desejado estilo pelos homens. A mulher sensual valoriza as suas curvas e passa uma imagem de sedução e desejo. Ela chama a atenção por onde passa. Os tecidos são brilhantes e, algumas vezes, colados ao corpo ou com decotes generosos. Deve-se ter muito cuidado para não vulgarizar a imagem. O preto e o dourado estão muito presentes em suas composições. Indicados para artistas ou pessoas que trabalham no mundo do entretenimento.

6.Criativo Artístico: é o estilo mais inusitado de todos. Aqui o que conta é a imaginação na hora de se vestir. Passa a imagem de uma mulher independente e de muita liberdade de expressão. As roupas podem ser originais, usadas de forma inusitada ou de um brechó. Os tecidos e as cores podem ser os mais variados possíveis. Indicados para pessoas que trabalham na área das artes e criatividade.

 7.Moderno ou Dramático: estilo totalmente urbano e antenado com as últimas tendências da moda. É a imagem da mulher cosmopolita. O design da roupa precisa ser interessante, com poucos detalhes e de desenhos geométricos. As cores predominantes são preto, cinza e branco. Indicado para pessoas que trabalham em áreas de design, artes, música, moda etc.

E aí, já descobriu o seu? Não importa qual o seu estilo, o importante mesmo é ter um estilo para chamar de seu e se identificar com ele no confuso mundo da moda que muda a cada estação.

 

Valéria Didier
Consultora de Imagem
moda@nossagente.net
www.temqueterestilo.com.br