Por que o sono saudável é tão importante?

Por que o sono saudável é tão importante?

Edição de maio/2019 – p. 20

Por que o sono saudável é tão importante?

No passado, o sono era muitas vezes ignorado pelos médicos e cercado por mitos. Mas passado quase um século desde as primeiras pesquisas feitas sobre o sono, estamos começando a entender a importância do porquê o ato de dormir bem é muito importante para a saúde geral e o bem-estar do corpo e da mente.

O resultado mais visível de dormir bem, é que faz com que você se sinta muito mais bem-disposto e melhor, mas sua importância vai também, muito além de apenas aumentar seu humor ou banir as olheiras. O sono adequado é parte essencial de um estilo de vida saudável e pode beneficiar seu coração, peso, mente e muito mais. Pesquisam comprovaram que quando as pessoas dormem menos de 6 a 7 horas por noite, elas têm maior risco de desenvolver várias doenças.

Aqui estão 8 razões baseadas em evidências científicas pelas quais ter um bom sono é importante:

1. Coração

A falta de sono tem sido associada ao agravamento da pressão arterial e do colesterol, fatores de risco que estão ligadas as doenças cardíacas e derrames. Vários estudos feitos nos últimos anos, demonstram que a proteína C-reativa, que está associada ao risco de ataque cardíaco, foi maior em pessoas que tiveram seis ou menos horas de sono por noite.

2. Stress

Quando há deficiência de sono, o corpo humano entra em um estado de estresse. Suas funções são colocadas em alerta máximo, o que causa o aumento da pressão arterial e a produção de hormônios do estresse. A hipertensão arterial aumenta o risco de ataque cardíaco e derrame, e os hormônios do estresse dificultam o ato de adormecer, o que gera um ciclo vicioso – pouco sono, aumenta o estresse que dificulta o sono, gerando mais produção dos hormônios do estresse, e assim por diante.

3. Inflamação

O aumento dos hormônios do estresse, causado ​​pela falta de sono, leva ao aumento do nível de inflamação “geral” em seu corpo. Isso cria um risco maior para doenças relacionadas ao coração, bem como câncer e diabetes. Acredita-se que a inflamação cause a deterioração do corpo à medida que envelhecemos.

4. Câncer

Estudos mostraram que as pessoas que trabalham em turnos noturnos ​​têm maior risco de desenvolver câncer de mama e de cólon. Acredita-se que a melatonina, um hormônio que regula o ciclo vigília sono, proteja contra o câncer, pois parece suprimir o crescimento de tumores. Este hormônio é produzido durante a noite, na ausência de luz. Certifique-se de que seu quarto esteja escuro e evite usar eletrônicos antes de dormir para ajudar seu corpo a produzir a melatonina necessária.

5. Memória e criatividade

Durante o sono, seu corpo pode estar descansando, mas seu cérebro está ocupado processando o seu dia, fazendo conexões entre eventos, estímulos sensoriais, sentimentos e memórias. O sono profundo é um momento muito importante para o seu cérebro fazer memórias e links, e dormir com mais qualidade ajudará você a lembrar e processar melhor as coisas.

Pesquisadores da Universidade de Harvard e da Boston College descobriram que as pessoas parecem fortalecer os componentes emocionais da memória durante o sono, o que pode ajudar a estimular o processo criativo.

6. Peso

As pessoas que dormem menos de 7 horas por noite são mais propensas a ter excesso de peso ou obesidade. Acredita-se que a falta de sono afeta o equilíbrio dos hormônios que regulam o apetite. Estes hormônios têm sua produção interrompida pela falta de sono. Se você quiser manter ou perder peso, não se esqueça de que dormir regularmente é uma grande parte da equação.

Pesquisadores da Universidade de Chicago descobriram que pessoas em regime/dieta que estavam bem descansados ​​perderam mais gordura – 56% da perda de peso – do que aqueles que foram privados de sono, que perderam mais massa muscular (eles perderam quantidades semelhantes de peso total, independentemente do sono). Estas mesmas pessoas no estudo também se sentiram mais famintos quando dormiram menos.

7. Depressão

O sono afeta muitos dos “produtos químicos” e hormônios em seu corpo, incluindo a serotonina (neurotransmissor que proporciona a sensação de bem-estar). Pessoas com deficiência de serotonina são mais propensas a sofrer de depressão. Você pode ajudar a prevenir a depressão, certificando-se de que está recebendo a quantidade certa de sono: entre 7 e 9 horas por noite.

8. Reparação corporal

O sono é um momento para relaxar, mas também é um período durante o qual o corpo trabalha duro para reparar os danos causados ​​pelo estresse, pelos raios ultravioleta e por outras exposições prejudiciais. Suas células produzem mais proteína enquanto você dorme. Essas moléculas de proteína formam os blocos de construção das células, permitindo-lhes reparar os danos.

Um estudo da Universidade de Stanford descobriu que os jogadores de futebol americano universitário que tentaram dormir pelo menos 10 horas por noite durante sete a oito semanas melhoraram seu tempo médio de sprint e tiveram menos fadiga diurna e mais resistência.

Como você pode ver, o sono saudável é vital para sua saúde física. Ele promove aumento no desempenho e produtividade. Também ajuda a combater infecções, manter um peso saudável e evitar doenças crônicas. É um hábito e depende apenas da nossa vontade. Que tal começar a trabalhar nesse hábito – vamos dormir melhor?

Daryalva Gottardello de Bacellar

Palestrante, Investidora, Consultora e Fundadora da Tender Sleep – colchões com terapia magnética.

E-mail: dary@tendersleep.com