‘Paramount’ é processada por direitos autorais de ‘Top Gun: Maverick’

Recorde de bilheterias, “Top Gun: Maverick” acumulou mais de 290 milhões de dólares em apenas duas semanas

O processo é assinado pela viúva do jornalista que escreveu o artigo, “Por trás de Top Guns”, sobre os pilotos de caça de elite que inspiraram o filme. “Top Gun: Maverick”, arrecadou mais de 290 milhões de dólares em apenas duas semanas

Da Redação

______continua após a publicidade_______

seguro

Por essa a “Paramount” não esperava. Os estúdios da “Paramount” foram processados ​​pela família do autor do artigo que inspirou o filme “Top Gun”, estrelado por Tom Cruise, por uma suposta violação de direitos autorais que afeta a segunda parte deste filme, “Top Gun: Maverick”, recorde de bilheteria desde o lançamento.

O processo foi instaurado na segunda-feira, no Tribunal Federal do estado da Califórnia pelos herdeiros dos direitos do artigo escrito em 1983 pelo jornalista israelense Ehud Yonay, que inspirou a trama da primeira parte do filme.

O processo é assinado pela viúva e filho do jornalista, que escreveu o artigo. “Por trás de “Top Guns”, na “California Magazine”, abordando sobre os pilotos de caça de elite que inspiraram o filme. Alegam que os estúdios da “Paramount” filmaram a segunda parte do filme, “Top Gun: Maverick”, sem ter solicitado novamente as devidas permissões.

Precisamente “Top Gun: Maverick” tornou-se o filme de maior bilheteria de toda a carreira de Tom Cruise nos EUA, onde acumulou mais de 290 milhões de dólares em apenas duas semanas. Depois de uma estreia espetacular que arrecadou 120 milhões de dólares em seu primeiro fim de semana, o interesse do público pelo filme de ação não diminuiu, já que em seu segundo fim de semana nos cinemas entrou em mais de 90 milhões, uma retenção de audiência que nem a fábrica da Marvel conseguiu em seus lançamentos mais recentes



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie