Nova York confirma réveillon na Times Square; exigência de comprovante da vacina

 

Prefeitura de Nova York confirma comemorações da passagem de ano na Times Square

 

O prefeito de Nova York Bill de Blasio, anunciou na terça-feira o retorno de uma grande festa este ano na celebração da véspera de Ano Novo de 2022 na Times Square. E só poderão participar do tradicional réveillon pessoas que apresentarem prova de vacinação contra a Covid-19

 

Da Redação

Para quem deseja enfrentar o frio de Nova York para comemorar a chegada de 2022 no dia 31 de dezembro – uma tradição da Times Square –, a cidade confirmou que este ano irá realizar uma grande festa. E Nova York mais uma vez dará as boas-vindas a milhares de pessoas na Times Square no Ano Novo para o réveillon, desde que mostrem prova de vacinação contra Covid-19, informaram as autoridades nesta terça-feira.

Bill de Blasio, prefeito de Nova York, anunciou o retorno de uma “grande, forte, força total” que ocorrerá este ano na celebração da véspera de Ano Novo de 2022 na Times Square. Pessoas que não podem ser vacinadas por algum motivo de saúde deverão apresentar teste de PCR negativo dentro de 72 horas.

“Queremos dar as boas-vindas a essas centenas de milhares de pessoas –mas todos precisam ser vacinados”, advertiu o prefeito. “Tudo o que você precisa fazer é ter um comprovante de vacinação e um documento de identidade válido com foto e pronto.”

Blasio afirmou que vem trabalhando com o Departamento de Saúde de Nova York, a NYPD e outros parceiros na preparação das festividades da cidade de Nova York. “Junte-se à multidão, junte-se à alegria, junte-se a um momento histórico enquanto Nova York fornece mais uma prova para o mundo de que estamos 100% de volta”, ressalta o prefeito.

O chefe da Times Square Alliance, Tom Harris, juntou-se à coletiva de imprensa para comemorar o retorno da celebração presencial, dizendo que todos os participantes com cinco anos ou mais terão que apresentar comprovante de vacinação.

Harris disse que pessoas que não podem ser vacinadas por algum motivo de saúde devem apresentar prova de teste de PCR negativo dentro de 72 horas. Ele acrescentou que as crianças menores de cinco anos devem estar acompanhadas por um adulto vacinado e todos os indivíduos que não podem ser vacinados devem usar uma máscara.