Eduardo Bolsonaro desiste de embaixada nos EUA após ser confirmado como líder do PS

Eduardo Bolsonaro desiste de embaixada nos EUA após ser confirmado como líder do PS

Mas o deputado afirma que este não teria sido o motivo para que ele não assumisse o cargo em Washington, mesmo depois das várias declarações públicas sobre o assunto

Edição de novembro/2019 – p. 10

Eduardo Bolsonaro desiste de embaixada nos EUA após ser confirmado como líder do PS

Quase no fim do mês de outubro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro foi anunciado como o líder do PSL na câmara, e pouco depois confirmou que não tentaria mais assumir a embaixada do Brasil em Washington. Mas segundo ele, uma mudança não tem a ver com a outra. O anúncio foi feito pouco antes do encerramento da votação do acordo entre Estados Unidos e Brasil para utilização da base de Alcântara, no Maranhão.

Ao anunciar a mudança de planos, Deputado Bolsonaro relembrou que foi o mais votado durante as eleições de 2018 e que a desistência da embaixada americana decepcionaria os críticos ao seu governo que, segundo ele, torcem para seu afastamento da política no Brasil.

Eduardo não descartou a possibilidade de ocupar o cargo no futuro, mas disse que por enquanto iria se dedicar às políticas dentro do país. O presidente, Jair Bolsonaro, do outro lado do planeta – ele estava em visita a Tóquio – parabenizou o filho e declarou: “quem sabe no futuro a gente volte ao assunto? Mas, pelo menos, pelo próximo ano isso não se discute”, disse Bolsonaro Pai. A nomeação de Eduardo Bolsonaro como embaixador teve o aval do presidente americano Donald Trump, logo em agosto quando a possibilidade foi levantada, mas ele não foi formalmente apresentado ao cargo.