Debate sobre porte de armas continua; 3 mortos em ataque a tiros em Maryland

Polícia de Maryland cercou toda área da fábrica “Columbia Machine” para conter atirador que fugiu do local

O tiroteio aconteceu na quinta-feira, dentro da fábrica “Columbia Machine”, no oeste de Maryland, com três mortos e um policial ferindo no ombro. E diante do perigo iminente, segue acalorado o debate nos EUA sobre o direito ao porte e compra de armas

Da Redação

______continua após a publicidade_______

seguro

Um dos temas mais debatidos neste momento nos EUA é o direito ao porte de armas – discussão envolve políticos, empresários e a opinião da população contrária à liberação da venda de armas a menores de 21 anos. Enquanto isso, os ataques inesperados de atiradores continuam ocorrendo no país. Três pessoas foram mortas em um tiroteio dentro da fábrica “Columbia Machine”, no oeste de Maryland, na tarde de quinta-feira, disseram autoridades. Um policial estadual foi baleado no ombro.

O suspeito, que fugiu do local, foi encontrado por um policial estadual de Maryland, em Maplesville Road e Mount Aetna Road. Houve um confronto quando o atirador feriu o ombro do policial, mas acabou sendo baleado e ferido, segundo informou o Gabinete do Xerife do Condado de Washington.

Até o momento, não foram relatados o motivo para que o tiroteio ocorresse dentro da fábrica, mas a polícia segue investigando o suspeito, um homem cuja identidade está sendo mantida em sigilo. Ele foi hospitalizado, mas seu estado de saúde é desconhecido. 

A fábrica onde ocorreu o incidente, a “Columbia Machine”, é uma empresa que oferece linhas completas de equipamentos para clientes em mais de 100 países, de acordo com seu site.

Um comunicado de imprensa do Gabinete do Xerife do Condado de Washington disse que os policiais encontraram quatro vítimas na empresa, três das quais estavam mortas e uma que estava gravemente ferida. O suspeito havia deixado o local, mas foi rastreado por um policial da Polícia Estadual de Maryland.

O incidente é o 254º tiroteio em massa este ano nos EUA, e o país está a caminho de igualar ou superar o total do ano passado, de acordo com o Arquivo de Violência Armada.



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie