Casa Branca celebra retomada da Economia com queima de fogos em 4 de julho

 

Joe Biden não cumpre meta de vacinar 70% da população, mas celebra retomada da Economia

 

No feriado de 4 de julho o presidente Joe Biden e sua equipe têm motivos para celebrar a retomada da economia com a queima de fogos no gramado da Casa Branca. Em Miami fogos de artifício foram cancelados, e outras festividades também foram suspensas em respeito aos familiares de vítimas da tragédia no condomínio Surfside

 

Da Redação

Mesmo não atingindo a meta de vacinar 70% da população dos EUA, como era previsto, o presidente Joe Biden neste 4 de julho – dia da Independência do país –, tem motivos para comemorar. O “Plano de Resgate Americano”, de 1,9 trilhão de dólares, aprovado no Congresso em março, sem qualquer apoio republicano, levou dinheiro para empresas, famílias e governos locais. Com isso, Biden e funcionários de seu estafe, na Casa Branca, comemoraram nesta sexta-feira o forte relatório mensal de empregos americano, que é um sinal de que as estratégias econômicas e de combate à pandemia estão funcionando.

Gramado da Casa Branca  preparado para celebração – “Este é um progresso histórico, tirando a nossa economia da pior crise em cem anos, impulsionado em parte por nosso progresso dramático em vacinar nossa nação e combater a pandemia, bem como outros elementos do ‘Plano de Resgate Americano”, disse Biden em comentários na Casa Branca.

O Departamento do Trabalho americano informou nesta sexta-feira que as empresas contrataram 850.000 trabalhadores em junho, resultado acima das expectativas dos analistas e um sinal de que a recuperação econômica pode estar acelerando.

Quanto as comemorações do feriado de 4 de julho, neste domingo, Biden, está confiante de que seus planos em Washington são apoiados na ciência, afirmou a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, em meio a novos temores sobre a propagação do coronavírus.

Biden planeja uma celebração de “Dia da Independência” para mil pessoas no gramado da Casa Branca, com trabalhadores essenciais e famílias de militares, e o “National Mall” de Washington estará aberto para que espectadores assistam à queima de fogos de artifício no Monumento de Washington. O espetáculo pirotécnico atrai normalmente milhares de moradores locais e visitantes dos Estados vizinhos da Virgínia e de Maryland.

 

Miami cancela comemorações

Em Miami, fogos de artifício foram cancelados neste 4 de julho, em Lummus Park, e outras festividades também foram suspensas em respeito aos familiares de vítimas da tragédia no condomínio Surfside. A decisão da cidade foi confirmada oficialmente por Alina T. Hudak, que integra a Comissão de eventos. Vários bairros de Miami também cancelaram a queima de fogos de artifícios.