Home offices: escritório do futuro

Home offices: escritório do futuro

Edição de janeiro/2019 – p. 40

Home Office, também conhecido pela sigla SOHO (Small Office and Home Office) que significa escritório em casa. O home office é normalmente usado por trabalhadores independentes, além disso algumas empresas possuem este sistema de trabalho quando os funcionários não precisam ou não podem trabalhar no escritório.

Na concepção de home office, o trabalho profissional é desenvolvido em ambientes diferenciados e que compartilham a infraestrutura do ambiente doméstico. O home office é um conceito de modelo empresarial, muito adotado devido a globalização da economia e aumento da terceirização de serviços, o que acaba mudando o perfil do emprego e do local de trabalho.

Trabalhar em casa é o sonho de muitas pessoas. Mas para que a possibilidade dê certo, é importante ter um home office (escritório em casa) bem projetado e decorado, que atenda às suas necessidades.

Para evitar erros, primeiro pense no conforto. As cadeiras e mesas podem e devem ser bonitas, mas o fundamental é que permitam que seus pés fiquem apoiados no chão e o antebraço na mesa, mantendo a coluna reta ao formar um ângulo de 90° com o quadril. A iluminação deve ser direta para facilitar a leitura.

Como deve ser o home office

De maneira geral, é interessante compor um espaço que mescle decorações criativas, seja com objetos ou o uso de cores alegres, com peças confortáveis para acomodar as atividades do dia a dia. Dessa maneira, a rotina de trabalhar em casa será menos monótona e a produtividade estará assegurada.

Para fazer com que o home office fique absolutamente funcional, é interessante sempre pensar em soluções sob medida, principalmente para móveis complementares, como a estante. Além disso, é fundamental escolher uma cadeira que ofereça ergonomia e não comprometa a postura, já que, dependendo do trabalho, poderão ser longas horas sentado na frente da tela do computador.

A necessidade do silêncio

Outra questão importante é quanto aos demais moradores da casa. Enquanto uma pessoa que vive sozinha não vê grandes problemas na rotina do lar, que, de maneira geral, está silencioso, uma pessoa que mora com outros familiares poderá se incomodar com o barulho excessivo, causando problemas em momentos que pedem concentração. Para isso, é interessante garantir que o espaço seja mais distante de espaços sociais como a área de lazer ou, ainda demanda a necessidade de contar com peças que tenham proteção acústica.

Por fim, aposte em cores que favorecem a concentração, como verde, azul e outros tons suaves, além de uma boa iluminação, seja natural ou artificial, também é importante que os móveis sejam funcionais e evitem que a pessoa interrompa o trabalho para pegar objetos distantes. Invista também em estantes ou nichos para organizar livros e outros itens que não são usados a todo momento e causam a distração, como a TV e proximidade com o banheiro e cozinha. Confira e inspire-se! Até a próxima!