Atenção redobrada no jardim

Atenção redobrada no jardim

Edição de julho/2018 – p. 48

As duas estações do ano em que as plantas ficam mais bonitas, coloridas e exuberantes, não há dúvida que são a primavera e o verão, mas com a chegada das temperaturas elevadas e os dias de sol as nossas plantas necessitam de uma série de atenções que as ajude a superar as adversidades climatológicas da época de verão. Assim como no inverno, as plantas também sofrem no verão.

Para manter as plantas saudáveis durante a época de altas temperaturas, é necessário ter cuidados redobrados com as protagonistas dos jardins. Devemos respeitar nosso clima tropical úmido, que muito influencia na hora da rega. Como o clima já é úmido, é importante só molhar quando o solo estiver realmente seco. Recebendo água em excesso, a umidade pode acarretar o apodrecimento das raízes e o aparecimento de fungos e pulgões, principalmente em plantas de vasos, que podem não contar com um bom preparo da terra e drenagem. Para quem não dispõe de tempo para cuidar do jardim, pode contar com as espécies mais resistentes, como jacintos, lavandas, boca-de-leão, amor-perfeito, hortênsias, dálias e três-marias. Há ainda as herbáceas e plantas perenes anuais.

Passos para um cuidado o ano inteiro

  1. Antes de regar as plantas, deve-se ver qual é o tipo da planta, a temperatura, o ambiente seco e o tamanho do vaso, uma vez que a quantidade de água que requerem variará de umas para as outras. Por exemplo, aqueles vasos mais pequenos precisam de ser regados diariamente, por isso é recomendável que se informe do cuidado específico de cada uma das suas plantas para as manter em bom estado.
  2. No verão é melhor regar as plantas na primeira hora da manhã ou ao final da tarde e evitar essas horas do dia de calor intenso, uma vez que a água se evapora com mais rapidez. Além de regar as plantas, deixe um pouco de água nos pratos para se manterem úmidas.
  3. Há que ter um especial cuidado com a rega e a sua frequência, porque uma quantidade excessiva de água também é prejudicial para as plantas. A melhor forma das raízes absorverem toda a água é fazer de vez em quando uma rega mais profunda e evitar regá-las com frequência de forma superficial.
  4. Não exponha diretamente as plantas ao sol durante muito tempo se não quiser que as altas temperaturas provoquem queimaduras nas suas folhas e raízes. Coloque-as numa zona fresca que tenha momentos de sombra para que não recebam uma influência direta. Tenha especial cuidado com plantas que foram cultivadas na sombra, e no caso de espécies de interior pode trazê-las para o terraço ou varanda, mas sem ficarem expostas diretamente às radiações solares.
  5. Durante os meses de verão, as plantas também necessitam de uma série de cuidados mais concretos, como um bom pulverizado para que fiquem mais bonitas. Limpe cada uma das suas folhas com uma esponja embebida em água e corte aquelas flores e folhas que estiverem secas e em mau estado para libertá-la e favorecer o crescimento da planta.
  6. Para terminar, também pode acrescentar nos vasos fertilizante e produtos específicos contra as pragas e parasitas que possam estragá-las. Nesta época, a invasão das plantas por parte de insetos é muito frequente e devemos aplicar os tratamentos e pesticidas adequados com regularidade. Além disso, para quem tem plantas dentro de casa, é necessário ficar atento à posição solar, que muda durante o inverno, a fim de adaptá-las, de modo que os raios solares as atinjam de forma adequada. Até a próxima!