Você pode ajudar! Integre a corrente de fé pela vida da pequena Isabella

A pequena Isabella precisa fazer mais duas cirurgias; Dayane, mantém esperança na cura da filha

Isabella Gomes Crema, de dois anos, nasceu com duas doenças raras: Síndrome de Larsen e Neutropenia Cíclica Congênita. Já se submeteu a três cirurgias – ainda faltam duas cirurgias –, e segue na luta pela vida, em West Palm Beach, Flórida. A mãe, Dayane Gomes Cardoso Correia, pede ajuda para manter o tratamento da filha

Da Redação

“Sei que Deus tem um propósito na vida da minha filha. E se a Bella nasceu assim, com tantos problemas, tenho que estar ao seu lado nessa batalha, e estou disposta a fazer qualquer coisa pela sua vida”, foram as palavras emotivas de Dayane Gomes Cardoso Correia, mãe da garotinha Isabella Gomes Crema, de dois anos, que enfrenta um tratamento ostensivo, no St Mary’s Hospital – Paley institute –, em West Palm Beach, Flórida. Bella, como é carinhosamente chamada, nasceu com duas doenças raras: Síndrome de Larsen e Neutropenia Cíclica Congênita. Já se submeteu a três cirurgias – ainda faltam duas cirurgias –, e segue na luta acirrada pela vida, sob os cuidados do Dr. David S. Feldman.

Isabella nasceu com deformidades no corpo, consequências das síndromes raras

Dayane está na Flórida com a filha há nove meses, desde que deixou São Paulo em busca de um tratamento adequado. “No Brasil, os médicos disseram que a Bella ficaria mancando ou dependente de um andador. Vim aos Estados Unidos com muita esperança pela cura da minha filha. E desde que a Bella se submeteu a cirurgias, que ela vem reagindo bem, inclusive, deu alguns passos. Depois das cirurgias no pescoço e nos joelhos, ela é outra menina. Mas, ainda precisa fazer mais duas cirurgias ”, relata confiante.

Lembra que foi uma batalha já no período de sua gravidez, quando os exames de ultrassom apontavam futuros problemas para a criança. Mas Dayane não desistiu, mesmo com a sugestão do médico para que abortasse. “Eu disse que não, que jamais faria isso. A Bella nasceu, e foi um choque ao vê-la pela primeira vez. Ela estava entubada e o corpinho apresentava deformidades, consequências das doenças”, fala com a voz embargada. 

Em meio a pandemia, a mãe de Isabella não esmoreceu, e através das redes sociais conseguiu dinheiro o suficiente para vir aos EUA ao tomar conhecimento de tratamento especial para crianças com síndromes raras. Dayane, agora, enfrenta uma outra batalha, além da luta pela vida da filha: a falta de dinheiro. Ela tem condições para se manter até o dia até 31 de dezembro, mas a filha precisa continuar com o tratamento e terá de ficar dois anos na Flórida. “A Bella precisa fazer uma cirurgia em março e a outra cirurgia em abril, nos quadris. Eu preciso de ajuda para salvar a vida da minha filha, não vou desistir”, se emociona.  

Isabella necessita ficar internada por dois meses em um hospital infantil, em Baltimore, para tratar a Neutropenia e fazer fisioterapia e fonoaudiologia específicas para o caso dela. E, com a falta de dinheiro, a mãe corre o risco de ter que abandonar os tratamentos que podem garantir qualidade de vida para Isabella.

Efeitos da síndrome

Na Síndrome de Larsen a criança nasce com as pernas, joelhos e pés virados ao contrario além do corpo ter problemas de sustentação. A Neutropenia diminui as defesas do corpo da criança e ela fica vulnerável a infecções. Consequências graves, que requer tratamento.

Os brasileiros que queiram integrar essa corrente de fé e esperança pela vida da pequena Isabella, poderão contribuir com o seu tratamento, depositando nas contas abaixo. É um ato de solidariedade.  

Onde depositar

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.

Conta Poupança

Agência: 2195 operação: 013 49842-3

CPF: 575.046.078-94

Isabella Gomes Crema

*CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.

Dayane Gomes Cardoso Correia Crema.

Pix:40689007876

Vaquinha online: http://vaka.me/886165

Doação em dólar:

Bank of America

Dayane Gomes Crema

ZELLE thedayhgomes@hotmail.com http://gofundme.com/everybodyforbella

 Dayane Mae da Bella

fone: +55 11 97716-6344