Videogame de US$ 100 Ouya começa a ser vendido nos Estados Unidos

Videogame de US$ 100 Ouya começa a ser vendido nos Estados Unidos

O Ouya é um videogame pequeno que roda games de ceular na TV (Foto: Divulgação)
O Ouya é um videogame pequeno que roda games de ceular na TV (Foto: Divulgação)

Console de código aberto roda games e aplicativos de smartphones na TV.

Jogos do aparelho são vendidos por a partir de US$ 1.

O videogame Ouya, um console alternativo que roda games de smartphones e aplicativos do sistema operacional Android na TV, começa a ser vendido oficialmente nos Estados Unidos nesta terça-feira (25) por US$ 100. O aparelho ficou famoso por sua campanha no site de financiamentos “Kickstarter” ter arrecadado mais de US$ 9 milhões em doações de mais de 63 mil pessoas em 2012.

De acordo com os criadores, o objetivo não é concorrer com o PlayStation 3, o Xbox 360 e o Wii U – tampouco com os novíssimos PlayStation 4 e Xbox One – e, sim, ser uma alternativa aos aparelhos, que custam US$ 300 nos EUA.

Julie Uhrman, uma das fundadoras da empresa, disse ainda que conseguiu mais US$ 15 milhões de investidores para o lançamento comercial do aparelho nas lojas. Quem apoiou no site “Kickstarter” pagando US$ 100 já recebeu o aparelho em março.

Ela prometeu que além de rodar games já disponíveis para smartphones Android, o Ouya receberá jogos originais, feitos exclusivamente para ele. Mais de 150 títulos já estão disponíveis para o console, custando a partir de US$ 1. O controle adicional é vendido por US$ 50.

O videogame ainda funciona como uma central de entretenimento, tendo acesso ao Netflix e ao YouTube, além de rodar fotos dos usuários.

Console de código aberto
Ouya é um console de código aberto equipado com o chip Tegra 3 de quatro núcleos da Nvidia. Ele tem 1 GB de RAM e 8 GB de memória interna. E, embora ainda não tenha suporte de grandes desenvolvedoras de games, ele roda jogos disponíveis para smartphones e tablets na tela da TV, que custam a partir de US$ 1.

Durante o período de financiamento no “Kickstarter”, o Ouya conseguiu parcerias de Square Enix, que lançará “Final Fantasy III” no aparelho, e da Namco Bandai. As duas lançarão títulos no lançamento do videogame. O serviço de videogame na nuvem (em que os gráficos são processados em servidores externos e o jogador recebe um vídeo em que é possível jogar) OnLive, os aplicativos de rádios on-line TuneIn e iHeartRadio, o serviço de vídeos VEVO e o media center XMBC fecharam acordo com o Ouya.

Fonte: g1.globo.com