Vazamento expõe dados de milhões de brasileiros na deep web

Mais uma vez, um enorme vazamento de dados expôs informações pessoais de milhões de brasileiros na Internet. Os dados estão à venda em fóruns da Deep Web, onde seriam comprados por criminosos para serem utilizados em tentativas de golpes cibernéticos.

Segundo informações do sistema de monitoramento de ameaças da ISH Tech, empresa especializada em cibersegurança, uma base contendo informações de dois milhões de servidores públicos do Siape (Sistema Integrado de Administração de Pessoal), ferramenta que processa o pagamento de servidores ativos, aposentados e pensionistas, foi colocada à venda por cerca de US$ 650. No material, além de documentos, estavam inclusos a renda dos servidores e dados bancários.

______continua após a publicidade_______

seguro

Além disso, também foi encontrado para venda, um arquivo com de 600 gigabytes oriundos do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), em que juntamente aos nomes dos cadastrados no serviço, a lista traz informações como número de telefone e endereço. 

O pagamento pelos dados é feito em bitcoins, as criptomoedas dificultam o rastreamento das autoridades. 

A Deep Web (Internet Profunda, em tradução livre), é uma área da Internet que fica “escondida” e não pode ser acessada por meio de pesquisas em buscadores, como o Google, nem digitando um endereço em um navegador comum como Chrome, Firefox, Edge, etc. Justamente por essa dificuldade de acesso e da pouca regulamentação, é usada para o compartilhamento de conteúdo ilegal, como venda de dados, drogas, pedofilia e violência.



____________________publicidade___________________

seguro

anuncie