Tempestade de neve avança rumo ao nordeste dos EUA com menos força

Tempestade de neve avança rumo ao nordeste dos EUA com menos força

A grande tempestade de neve que afetou 20 estados dos EUA e obrigou fechar aeroportos, escolas e estradas chega nesta sexta-feira, porém com menos força, à região dos Grandes Lagos, e no fim de semana pode atingir a Nova Inglaterra, segundo o Serviço Meteorológico Nacional.

O temporal, que avança em direção ao nordeste dos EUA, é acompanhado de fortes ventos que varrem a neve e dificultam o trânsito em muitas estradas e ruas, segundo a imprensa local. Os meteorologistas esperam uma acumulação de neve entre 10 centímetros e 17,5 centímetros em Iowa e de cerca de 3 centímetros em Chicago.

A cidade de Wichita (Kansas) teve a segunda maior nevasca registrada, com 36 centímetros em dois dias, e em outras zonas do Estado foram registradas precipitações até maiores. No Missouri, a acumulação de neve chegou a cerca de 30 centímetros em algumas partes. No Aeroporto Internacional de Kansas City, a neve acumulada chegou a 22,8 centímetros em apenas um dia, forçando o fechamento das operações na quinta-feira.

O temporal é parte de um sistema que se estende até o Golfo do México, onde as chuvas subtropicais alagaram as costas e originaram pelo menos um tornado em Jefferson Davis (Mississipi). Os meteorologistas assinalaram que as nevascas começaram a minguar em Illinois no amanhecer, mas de todos modos foi mantido o alerta por condições meteorológicas difíceis.

No Aeroporto Internacional O’Hare, em Chicago, a acumulação de neve chegou a 6,9 centímetros, o máximo registrado neste inverno. O jornal “The Chicago Tribune” indicou que pouco antes da meia noite da quinta-feira, a polícia do estado qualificou como “horríveis” as condições nas rotas de Illinois.

A Prefeitura de Chicago colocou nas ruas 248 caminhões equipados com pás e máquinas para remover a neve nas principais avenidas.

Fonte: O Dia