Taxa de desemprego nos EUA cai a 7,7%, nível mais baixo desde 2008

Taxa de desemprego nos EUA cai a 7,7%, nível mais baixo desde 2008

Foram criados 236 mil empregos em fevereiro.
Departamento de Trabalho revisou para baixo dados de janeiro.

A taxa de desemprego nos Estados Unidos caiu de 7,9% em janeiro para 7,7% em fevereiro, com uma criação líquida de 236 mil empregos, segundo informou nesta sexta-feira o Departamento de Trabalho.

Os dados são mais positivos que o esperado pelos analistas, que tinham calculado um aumento de empregos similar ao estimado previamente para janeiro, de cerca de 157 mil, e consideravam que a taxa de desemprego se manteria estável, em 7,9%.

O índice de fevereiro é a taxa mais baixa desde dezembro de 2008 e a melhor desde que o presidente Barack Obama chegou na Casa Branca, em 2009, em meio a uma grave crise econômica.

A criação líquida de emprego foi a mais alta desde novembro passado, graças ao setor privado que, ao criar 246 mil postos de trabalho compensou a queda de 10 mil empregos no setor público.

Por setores de atividade, destaques para os 73 mil novos postos de trabalho em serviços, 48 mil em construção, 32 mil em saúde e 24 mil no comércio varejista

O Departamento de Trabalho revisou para baixo os 157 mil empregos criados em janeiro e os situou em 119 mil, enquanto elevou o resultado de dezembro de 196 mil para 219 mil, o que mantém ambos os meses em nível similar.

A economia americana criou uma média de 191 mil postos de trabalho nos últimos três meses. O salário médio por hora aumentou 0,2%, até os US$ 23,82, enquanto a semana de trabalho média no setor privado se situou nas 34,5 horas.

Em fevereiro, o número de desempregados de longa duração se manteve sem mudanças, nos 4,8 milhões, enquanto 2,6 milhões estão fora do cálculo da taxa de desemprego porque não buscaram trabalho durante mais de quatro semanas.

Fonte: g1.globo.com