Sem provas, Trump questiona processo eleitoral; Biden, a qualquer momento, pode ser anunciado presidente dos EUA

Fala de Donald Trump criticando contagem de votos é tirada do ar; Joe Biden pede calma a todos

 

Contundente, e falando sem provas, Donald Trump disse que zonas decisivas para o pleito deste ano, como o Detroit, em Michigan, ou a Pensilvânia, são corruptas e fazem parte de um sistema corrupto. Durante a sua fala, ao vivo, colocando em dúvida a lisura do sistema eleitoral americano, grandes emissoras, como ABC e NBC, tiraram seu discurso do ar. Joe Biden, que a qualquer momento pode ser anunciado o novo presidente dos EUA, pede calma, dizendo que todos os votos devem ser apurados

 

Da Redação

Em seu pronunciamento nesta quinta-feira, na Casa Branca, Donald Trump volta a dizer que a eleição está sendo fraudada – sem apresentar provas –, afirmando que zonas decisivas para o pleito deste ano, como o Detroit, em Michigan, ou a Pensilvânia, são corruptas e fazem parte de um sistema corrupto. Foi uma tentativa do republicano de colocar em xeque a credibilidade dos EUA na eleição presidencial, gerando protestos em algumas cidades. Falando ao vivo, de forma contundente, colocando em dúvida a lisura do sistema eleitoral, grandes emissoras, como ABC e NBC, tiraram o seu discurso do ar, afirmando que Trump estava mentindo ao país e que isso era insustentável.

Em meio a tantas controvérsias, Joe Biden procurou acalmar a população, em um breve pronunciamento sobre a importância das apurações, atestando a lisura do processo eleitoral, pedindo paciência a todos. Ele mostrou-se favorável de que todos os votos sejam apurados, e que nada pode colocar em dúvida os resultados da eleição americana. Lembrando que Biden já é o favorito na Geórgia – onde a apuração segue acirrada –, a qualquer momento (desde a publicação desta matéria), poderá ser confirmado como o novo presidente dos EUA, pois precisa de apenas 6 votos – dos 270 votos necessários –, no Colégio Eleitoral. Biden tem 264 votos contra 214 de Trump.

Na Geórgia, um dos estados-chave para definir as eleições deste ano, a diferença de votos entre Donald Trump e Joe Biden diminui a cada momento, segundo a projeção da Associated Press, o que também consolidará a sua vitória na eleição a qualquer momento. Também na Pensilvânia, a diferença entre Trump e Biden caiu consideravelmente. Uma eventual virada no estado garantiria a vitória de Biden em todas as projeções eleitorais.

As atenções do mundo estão voltados para os estados da Pensilvânia, Nevada, Geórgia, Arizona e Carolina do Norte, em processo de apuração de votos.