Sarasota acelera processo de reinspeção de prédios antigos para evitar futura tragédia

Prédios antigos de Sarasota vão passar por reinspeção, segundo Prefeitura da cidade

 

O vice-prefeito de Sarasota, Erik Arroyo, solicitou que a reinspeção de prédios antigos seja agendada o mais breve possível, assunto que tem prioridade na reunião da Comissão da Cidade. Segundo ele, tragédia como ocorreu em Surfside deve ser evitada

 

Da Redação

Desde o desabamento do prédio de 12 andares em Surfside – Miami –, que autoridades da Flórida mostram-se preocupadas com construções antigas, que podem trazer riscos à população. Em Sarasota, o vice-prefeito de Erik Arroyo solicitou que a reinspeção de condomínios seja agendada para discussão em uma futura reunião da Comissão da Cidade. Segundo ele, assunto de total prioridade.

Arroyo quer ser pró-ativo neste tópico, pois acredita que os legisladores estaduais abordarão o assunto durante sua próxima sessão, após o desabamento do edifício Champlain Towers South, no final de junho na cidade de Surfside, no sul da Flórida. Esse desastre matou pelo menos 90 pessoas – número confirmado no domingo –, com outras cerca de 30 pessoas desaparecidas.

Atualmente, nenhum município local inspeciona ou recertifica um condomínio após sua construção. Apenas os condados de Miami-Dade e Broward exigem a recertificação da integridade estrutural de um edifício na Flórida.

O senador Jason Pizzo, D-North Miami Beach, disse que planeja apresentar uma legislação que provavelmente se concentrará em requisitos de construção, normas de reinspeção para edifícios mais antigos, o risco de intrusão de água do mar e as obrigações financeiras de associações de condomínio.

Até agora, o governador Ron DeSantis teve uma visão mais ampla do desastre. Ele disse que era importante revisar as eventuais descobertas do “Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia”, parte do “Departamento de Comércio dos EUA”, antes de recomendar as próximas etapas.Ele reiterou recentemente essa posição, de acordo com relatos da mídia.

Qualquer pressão do estado para requisitos para inspeções de condomínio viria durante a sessão legislativa de 2022 que começa em janeiro e provavelmente não entraria em vigor até julho de 2022.

Arroyo, no entanto, disse que planeja antecipar-se a qualquer coisa que aconteça em nível estadual e examinar a possibilidade de adaptar uma lei local às necessidades específicas de Sarasota.

Arroyo trouxe a “Torre dos Golfinhos” – condomínio no centro da cidade, construído em 1974 na 101 S. Gulfstream Dr., teve problemas estruturais descobertos em 2010 e foi evacuado por cinco anos para reforçar sua fundação. Em 2019, foi rebatizado como “The 101 Condominium”.

O vice-prefeito lembrou que uma ação rápida por parte do Conselho do Condomínio evitou um desastre na “Torre dos Golfinhos”, mas que se as pessoas que moravam naquele prédio não tivessem agido rapidamente quando os problemas foram descobertos, um desastre poderia ter ocorrido na escala do que aconteceu em Surfside.

A Ordem dos Advogados da Flórida criou uma Força-Tarefa, presidida pelo Professor Bill Sklar, ex-presidente do “Comitê de Condomínio e Desenvolvimento Planejado” para fornecer recomendações aos legisladores estaduais na preparação das reuniões do comitê de setembro.

A Força-Tarefa servirá como um recurso para o Governador e o Legislativo enquanto eles revisam todos os aspectos da lei de condomínio da Flórida, desenvolvimento, operações de associação e manutenção para determinar e recomendar se mudanças legislativas e / ou regulatórias devem ser promulgadas para minimizar a probabilidade de um tragédia semelhante.