Sandy & Junior chegam a Nova York em outubro para show de turnê comemorativa

Sandy & Junior chegam a Nova York em outubro para show de turnê comemorativa

Sucesso absoluto em todo Brasil, ‘Nossa História’ celebra os 30 anos dos irmãos na música em única apresentação no Barclays Center, no Brooklyn, dia 2 de outubro

Foto destaque – Créditos: César Ovalle – @cesinha

Os projetos individuais preenchem e completam, desde então, a decisão mais honesta e corajosa que dois irmãos, com apenas vinte e poucos anos de vida e no auge da carreira como dupla, tomaram em meados de 2007, quando escolheram seguir suas vontades artísticas e alçar voos paralelos. Sandy atualmente com seu recém-lançado “Nós, Voz, Eles”, quarto álbum solo, e Junior Lima com o projeto de música eletrônica “Manimal”, no qual coleciona inúmeras produções musicais em parceria com os principais nomes do ramo, e o programa “Pipocando Música”. Ambos felizes, casados, com filhos, realizados e com a natural leveza e segurança que os mais de trinta anos de idade e história na música proporcionam. Sim, eles ficaram prontos e atenderam aos inúmeros pedidos de fãs de todo o Brasil e, agora, cruzando fronteiras, chegam também aos Estados Unidos e Portugal em outubro. O tão aguardado encontro musical se transformou na turnê Nossa História, que estreou no Brasil em julho e é sucesso absoluto em todo país, chega ao Brooklyn, em Nova York, em única apresentação dia 2 de outubro, no Barclays Center.

“Quando começamos a turnê no Brasil, nunca imaginávamos que íamos chegar ao exterior. Sou muito grata e feliz por voltar a NYC. Vai ser uma noite inesquecível!”, diz Sandy. “Minha última apresentação em NYC foi em 2006, no Brazilian Day, e foi muito especial. Estou muito animado pra voltar quase 13 anos depois para celebrar nossos 30 anos de história na música. Vai ser incrível!”, completa Júnior.

“Neste hiato de quase doze anos, enquanto dupla, nossos fãs nunca deixaram de pedir ao menos um reencontro, mesmo sabendo de nossas escolhas artísticas individuais”, explica o multi-instrumentista Junior Lima, que assume a direção musical do projeto ao lado do músico e produtor Lucas Lima. “Nós sempre deixamos esta possibilidade no ar. Temos muito amor e orgulho pelo que construímos juntos. Acho que só estávamos esperando o momento em que estivéssemos prontos. A resposta só poderia sair de nós dois, ouvindo nossos corações e intuições, para que fosse uma entrega cheia de verdade”, pontua Sandy, que divide a direção artística com o irmão. “Foi uma feliz coincidência, agora em 2019, completarmos trinta anos de nossa primeira apresentação na TV cantando ‘Maria Chiquinha’, no Som Brasil. Queremos nos divertir muito nestes três meses na estrada e proporcionar uma atmosfera afetiva para nossos fãs fieis que, em sua maioria, cresceram conosco. A gente tem total consciência de que hoje eles são adultos, curtem novas sonoridades. Mas acho que muitos devem se recordar do som que fazíamos na infância e adolescência com o mesmo carinho com que nós dois recordamos. E hoje as playlists podem proporcionar essas lembranças com muito mais facilidade. Já dá até pra ir entrando no clima, relembrando os ritmos, as letras”, brinca e diverte-se Junior Lima.

Afinal, ao revisitar a discografia dos dezessete anos de carreira enquanto Sandy & Junior, fica fácil para o público decifrar que sucessos como “Vamo Pulá”, “Turu Turu”, “Desperdiçou”, “Inesquecível”, “A Lenda”, “Não dá Pra Não Pensar”, “Love Never Fails”, “Quatro Estações” e muitos outros hits estarão no set list das aproximadas duas horas de espetáculo. “Acho que o nosso maior desafio é saber quais músicas deixar de fora”, pondera o diretor musical, que pretende manter grande parte das releituras bem próximas às versões originais. “Queremos dar às pessoas um ‘show de Sandy e Junior’, relembrar e revisitar quem a gente era e dividir isso com uma galera que não pôde ver na época mas acompanhava a carreira, o programa etc.”, anima-se Sandy que já dá um spoiler sobre bailarinos ao palco, como nos tempos de Maracanã, Quatro Estações e turnês anteriores.

E um show de veteranos exige uma direção experiente, precisa e sensível para traduzir tanta história em um único espetáculo. Raoni Carneiro foi a escolha para assinar a direção-geral da turnê, que escalou um time altamente qualificado, coeso e de sua confiança para estruturar e dar forma a todo o conceito criativo que permeia esta grande festa. No time de criação fazem parte o diretor Celso Bernini, na cenografia Zé Carratu, light design de Carlinhos Nogueira e para o videografismo um time formado por Studio Curva, Gogacine e o diretor de arte Rafael Conde. O espetáculo está sendo desenhado com cuidado cirúrgico para acolher o público e proporcionar uma experiência única, sem sobrepor a prioridade dos artistas: a música!

“O conceito de ‘Nossa História’ é uma experiência atemporal, com um show vivo, latente, pulsante, repleto de amor e cuidado em cada passo, cada detalhe. Mas não estamos falando de um show vintage, apesar de ter uma matéria prima riquíssima adormecida há anos. O público e os artistas evoluíram, e o espetáculo vai acompanhar isso. Em paralelo, Sandy e Junior transcenderam ao tempo. Criaram e criam até hoje tantas memórias que passado e presente ainda se misturam. E esse projeto é apenas um encontro, que deve acontecer em um espaço mágico, com luz, led, signos, símbolos, marcas cênicas, ballet, banda. Tudo que proporcione aos fãs um momento único, com todos os elementos necessários para contar uma grande história”, afirma Carneiro.

Como não pode faltar num encontro musical com essas proporções, a Elo entra com uma parceria que tem como objetivo cada vez mais levar eventos importantes para todo o Brasil.

“Fazer parte da turnê de comemoração aos 30 anos da dupla Sandy e Junior Lima na música, ao lado da Live Nation, é um orgulho para Elo, bandeira brasileira e jovem. Durante esse ciclo, teremos também a oportunidade de levar os shows para regiões do país que abrigam cidades que fazem parte do nosso programa Destinos, em que incentivamos o turismo por meio de inclusão financeira”, comenta Luis Cassio Oliveira, Diretor de Marketing e Comunicação da Elo.

DATAS E LOCAIS TURNÊ ‘NOSSA HISTÓRIA’

12/julho: Recife – Classic Hall ESGOTADO
13/julho: Salvador – Arena Fonte Nova ESGOTADO
19/julho: Fortaleza – Centro de Convenções ESGOTADO
20/julho: Brasília – Estádio Mané Garrincha ESGOTADO

02/agosto: Rio de Janeiro – Jeunesse Arena ESGOTADO
03/agosto: Rio de Janeiro – Jeunesse Arena ESGOTADO
17/agosto: Belo Horizonte – Esplanada do Mineirão ESGOTADO
24/agosto: São Paulo – Allianz Parque ESGOTADO
25/agosto: São Paulo – Allianz Parque ESGOTADO
31/agosto: Curitiba – Pedreira Paulo Leminski ESGOTADO

13/setembro: Manaus – Arena da Amazônia
14/setembro: Belém – Hangar ESGOTADO
21/setembro: Porto Alegre – Arena do Grêmio ESGOTADO

2/outubro: New York – Barclays Center
6/outubro: Lisboa – Altice Arena
12/outubro: São Paulo – Allianz Parque ESGOTADO
13/outubro: São Paulo – Allianz Parque ESGOTADO

TURNÊ NOSSA HISTÓRIA – LIVE NATION
MAIS INFORMAÇÕES À IMPRENSA – MOTISUKI PR
REGIS MOTISUKI – regis@motisukipr.com.br
VITOR DEYRMANDJIAN ROSALINO – vitor@motisukipr.com.br

ASSESSORIA DE IMPRENSA SANDY E JUNIOR – NOVITÀ COMUNICAÇÃO
ROGÉRIA TAKATA – 55 19 99755-8070
LETÍCIA BAPTISTA – 55 19 998193625
contato@novitacom.com.br

SANDY & JUNIOR EM NÚMEROS (COMO DUPLA)

  • 30 anos de história na música, desde Som Brasil
  • 17 anos de carreira
  • 16 álbuns lançados
  • Mais de 17 milhões de discos vendidos
  • 8 megaturnês
  • Cerca de 1.700 shows no Brasil e exterior
  • Público estimado em 32 milhões de pessoas
  • Mais de 120 mil fãs associados ao fã-clube oficial
  • 1.300 fã-clubes
  • Mais de 200 músicas gravadas
  • 1,2 milhão de pessoas no show de João Pessoa (2001)
  • 250 mil pessoas no show do Rock’n Rio III (2001)
  • 70 mil pessoas no show do Maracanã (2002)
  • 6 DVDs
  • 4 anos de seriado homônimo na TV Globo
  • 2 filmes e 1 novela (Estrela Guia)
  • 63 indicações em prêmios na área musical
  • Mais de 500 participações em programas de TV
  • Envolvimento em mais de 50 projetos sociais

CRONOLOGIA SANDY & JUNIOR

1989 – primeira apresentação na TV, cantando Maria Chiquinha, no programa Som Brasil, da Globo, apresentado por Lima Duarte.

1990 – assinatura do contrato com a Polygram (atual Universal Music) e gravação do primeiro disco da dupla Sandy e Junior, “Aniversário do Tatu”.

1991 – lançamento do 1o álbum. A primeira divulgação aconteceu no programa Domingão do Faustão. Conquista do primeiro Disco de Ouro da carreira. Realização do primeiro show, na cidade de Votuporanga (SP). O primeiro show da carreira dos artistas foi beneficente para a Comunidade Nova Vida. O sucesso veio tão rápido que os primeiros shows reuniram um público estimado em 35 mil pessoas, em Londrina (PR).

1992 – gravação do álbum “Sábado à Noite”, conquista do segundo Disco de Ouro. Participação do Especial de Natal da Xuxa.

1993 – álbum “Tô Ligado em Você”. Sandy e Junior resgatam o irreverente clima dos anos 50 neste disco. Os artistas alcançam a marca de 500 mil cópias vendidas. Participação no especial de Roberto Carlos. Sandy e Junior participam de show do Michael Jackson no Morumbi (SP) para traduzir as falas do ídolo pop para a linguagem de sinais.

1994 – com o álbum “Pra Dançar com Você” resgatam os sucessos da Jovem Guarda. Gravação do tema da Campanha Criança Esperança, edição de 1994. Já no lançamento alcançam a marca das 490 mil cópias vendidas.

1995 – conquista de Disco de Ouro e Platina com o álbum “Você é D+!”. Participação de Xuxa na gravação do álbum.

1996 – o sexto álbum “Dig Dig Joy” já tinha 200 mil cópias encomendadas antes de chegar às lojas. Gravação de mais um tema para a Campanha Criança Esperança. Sandy e Junior esgotam ingressos do Olympia em apresentações na semana da criança.

1997 – gravação do álbum “Sonho Azul”. A convite de Renato Aragão, estreiam como atores no filme “O Noviço Rebelde”, campeão de bilheteria no ano. Sandy participa do “Especial Elis Regina” e emociona o público ao cantar “Águas de Março”. O tenor italiano Andréa Boccelli vem ao Brasil para gravar ao lado de Sandy “Vivo por Ela”. O tenor escolhe a cantora após ouvir grandes intérpretes da música brasileira.

1998 – gravação do primeiro CD ao vivo “Era Uma Vez Sandy e Junior”. Mais de 2 milhões de cópias vendidas. Gravação do primeiro Home Vídeo que ultrapassa o número de 100 mil cópias vendidas, fato inédito na história de home-videos na época (o máximo registrado era 20 mil). Início do seriado da rede Globo “Sandy e Junior”, veiculado aos domingos, com altos índices de audiência.

1999 – CD “As Quatro Estações” vende mais de 2,8 milhões de cópias. Mais um Disco de Diamante para os artistas.

2000 – estreia do show “Quatro Estações”, no Olympia. Recorde de bilheteria na casa e abertura de duas apresentações por noite. Gravação da faixa “You´re my # 1” com Enrique Iglesias, em Miami. Os artistas também gravam com Milton Nascimento e Gilberto Gil “Duas Sanfonas”. Conquista do Prêmio Multishow de Música: melhor cantora. E Prêmio Kids Choice Nickelodeon: melhor cantora, gata do ano, melhor música (Quatro Estações), melhor clipe (Imortal).

2001 – gravação do primeiro álbum internacional da carreira. Participação no Rock´n Rio III, eleito pelo público o melhor show do festival. Sandy protagoniza a novela “Estrela Guia”, da rede Globo. Junior também atua em participação especial. Sandy e Junior batem recorde de público durante show em João Pessoa, reunindo 1,2 milhão de pessoas. Os artistas cantam com a italiana Laura Pausini.

2002 – lançamento do primeiro CD internacional da carreira. Sandy e Junior reúnem 70 mil pessoas no Maracanã. Eles são os primeiros artistas brasileiros a apresentarem, sozinhos, um show no maior estádio do mundo. Participação na Campanha de Combate à AIDS da organização não-governamental Ação Cidadania. Prêmio MTV Itália pelo primeiro lugar nas paradas com o single ‘Love Never Fails’. Viagem em turnê com a empresa multinacional CIE.

2003 – participação como convidados e jurados no Festival Internacional da Canção de Viña Del Mar, no Chile. Lançamento do DVD “Sandy e Junior – Ao Vivo no Maracanã”. Inauguração do pavilhão “Sandy e Junior” no hospital do Câncer de Barretos (SP). Conquista do Prêmio Multishow de Música na categoria melhor show (Sandy e Junior 2002). Lançamento de “Identidade”, 14o CD da carreira dos artistas, o mais autoral da carreira. Realização de dois shows em Angola, na África. Os artistas estreiam como protagonistas nas telas do cinema com o longa-metragem Acquária.

2004 – primeira participação no Festival de Verão Salvador. Homenagem ao piloto Ayrton Senna durante o espetáculo musical “Senna in Concert” (Sandy canta com Caetano Veloso e Junior Lima faz parceria com Frejat). Realização de dois shows no Japão, com ingressos esgotados. Participação no Dia Mundial de Luta Contra a Aids: Sandy canta sucessos da MPB em Brasília a convite do ministro da Cultura Gilberto Gil. Junior dá início a seu projeto paralelo e monta a banda de black music Soul Funk.

2005 – Junior Lima faz direção musical para a peça de teatro ‘Liberdade para as borboletas’. Sandy e Caetano Veloso cantam sucessos de telenovelas na comemoração dos 40 Anos da TV Globo. Sandy participa do projeto Credicard Vozes com repertório de jazz e MPB, no Bourbon Street. Sandy e Junior gravam ‘Águas de Março’ para o projeto de DVD Casa da Bossa. Sandy canta música lírica dentro do projeto Acquarius, na praia de Copacabana. Sandy participa do DVD de Pedro Mariano na faixa homenagem à Elis Regina.

2006 – gravação do 15º álbum da carreira. Filmagem do primeiro videoclipe em formato de ‘curta-metragem’ da música ‘Estranho Jeito de Amar’ (indicado como melhor clipe pop do VMB – MTV). Participação no Brazilian Day, em New York, e show em Boston (EUA). Sandy apresenta-se com o pianista erudito Marcelo Bratke em um concerto de voz e piano no Auditório Ibirapuera. Sandy e Junior cantam com Gilberto Gil durante inauguração da casa de espetáculos Vivo Rio.

2007 – gravação do ‘Acústico Sandy e Junior MTV’, com lançamento de CD, DVD e turnê de despedida por todo país.

18 de dezembro de 2007 – encerramento da carreira em dupla. Último show da última turnê ‘Acústico MTV Sandy e Junior’ acontece no Credicard Hall, em São Paulo.

SANDY E ‘NÓS, VOZ, ELES’

Este é o seu quarto projeto solo, desta vez composto por uma websérie, uma turnê e um álbum, que se completam e trazem o público mais próximo da artista, seja pelos singles escolhidos e palco com cenário intimista, ou pelas portas abertas do estúdio em sua casa para receber os artistas ao longo dos capítulos.

Cheias de história e emoção, as canções são resultado de parcerias com grandes músicos brasileiros, entre eles Lucas Lima, Maria Gadú, Mateus Asato, o duo AnaVitória, Thiaguinho, a Banda Melim, Xororó e Iza. As músicas foram lançadas de agosto a novembro de 2018 nas plataformas digitais ao longo dos oito episódios, em conjunto às apresentações da turnê pelo país.

JUNIOR LIMA E MANIMAL

Seu mais recente projeto de música eletrônica, em parceria com o experiente produtor e DJ Julio Torres, Manimal traz uma sonoridade inédita, que mistura house music, rock e influências das décadas de 1970 e 80. Apesar de apenas dois anos de estrada por todo o país, o duo ostenta grandes parcerias e produções musicais com os principais nomes do eletrônico, entre eles Vintage Culture, Cat Dealers, Felguk, Bruno Be e Christopher Watson, e também coleciona mais de 25 milhões de streamings nas plataformas digitais.

O último single lançado, “Stay Close”, já ganhou desde uma versão acústica feita pelo próprio duo, até remixes de outros artistas do ramo. Agora, Junior Lima e Julio Torres se prepararam para lançar a música “Like Home”, em colaboração com Santti.