Revelações hilárias de Cláudia Raia sobre personagem em ‘Ti Ti Ti’

Cláudia Raia lembra sua personagem em ‘Ti Ti Ti’ e fala do saudoso diretor, Jorge Fernando

 

Em entrevista, a atriz Cláudia Raia faz um balanço sobre sua participação na novela ‘Ti Ti Ti’, e fala de momentos marcantes de sua personagem, Jaqueline, na trama escrita por Maria Adelaide Amaral

 

Blenda Gomes – TV Globo 

Foto – Alex Carvalho

Ao longo de toda a história de ‘Ti Ti Ti’, uma personagem passou por diversas reviravoltas e teve uma das tramas mais movimentadas: Jaqueline, vivida por Cláudia Raia. Com grande destaque na obra de Maria Adelaide Amaral, a personagem estava sempre exibindo um visual novo e se metendo nas mais variadas confusões. “Tudo na trajetória dela foram grandes momentos. Jaqueline não é uma mulher que se contenta com pouco (risos). Ela já levou a filha para uma rave, virou freira, casou, separou, amou muito… É uma mulher intensa e viveu tudo que tinha para viver ao longo da história”, analisa Claudia Raia.

A atriz não pensa duas vezes ao afirmar que Jaqueline é uma das personagens mais marcantes de sua longa e bem-sucedida carreira e conta que novamente sentiu o sucesso da personagem através do público. “Ela é uma mulher muito solar, cativante e o público tem uma carinho enorme por ela até hoje. Mesmo antes da reprise no ‘Vale a Pena Ver de Novo’, as pessoas falavam sobre ela comigo, relembravam nas redes sociais”, revela a atriz.

Em entrevista, Cláudia relembra um pouco mais sobre a trajetória de Jaqueline e sua participação na trama. Exibida no ‘Vale a Pena Ver de Novo’, no canal internacional da Globo que exibiu o último capítulo sexta-feira (8), ‘Ti Ti Ti’  tem a direção de núcleo de Jorge Fernando e direção de Marcelo Zambelli, Maria de Médicis e Ary Coslov.

Você assistiu novamente ‘Ti Ti Ti’ no ‘Vale a Pena Ver de Novo’? Quais foram às impressões dessa vez, teve um novo olhar?

Eu assisti e me diverti de novo. Jaqueline é completamente doida, muito divertida. É uma personagem que eu amei fazer. E rever essa história é uma lembrança do meu querido amigo-irmão Jorge Fernando. É até um jeito de matar essa saudade imensa e diária que eu sinto dele.

Como você analisa a trajetória da Jaqueline, ela passou por muitas mudanças…

Jaqueline é uma mulher que vive em um mundo próprio dela, que tem um jeito muito peculiar. Desse jeito destrambelhado, ela teve sim muitas mudanças. Ela passou por tantas coisas, e acho que encontrou um caminho independente, de mais confiança. Ao mesmo tempo, ela não perdeu sua essência. Eu e ela temos uma coisa em comum, que é ver a vida com essa lente de aumento do humor. Isso permaneceu com ela até o fim.

Quais foram os grandes momentos da personagem?

Tudo na trajetória dela foram grandes momentos. Jaqueline não é uma mulher que se contenta com pouco (risos). Ela já levou a filha para uma rave, virou freira, casou, separou, amou muito… Ela é uma mulher intensa e viveu tudo o que tinha para viver ao longo da história.

Considera a Jaqueline um dos papeis mais marcantes de sua carreira? Quais os motivos?

Considero. Ela é uma mulher muito solar, cativante e o público tem uma carinho enorme por ela até hoje. Mesmo antes da reprise da novela no ‘Vale a Pena Ver de Novo’, as pessoas falavam sobre ela comigo, relembravam nas redes sociais.

Como foi a repercussão da personagem com o público agora na reprise? O que teve de diferente da exibição original há dez anos?

A internet tem essa coisa muito interessante de termos a recepção quase imediata, alguns momentos viram memes, viralizam. Isso foi bem diferente da primeira vez.

Quais são seus próximos projetos profissionais?

No momento, estou no teatro com ‘Conserto para Dois’, que acaba de estrear em São Paulo, e estou de volta à bancada de jurados do ‘Show dos Famosos’, do ‘Domingão com Huck’. Amo fazer o programa, amo ver os artistas se desafiando. Acho incrível!