‘Renaissance’, novo álbum de Beyoncé reforça mensagem house aos negros

O novo álbum “Renaissance” traz 16 faixas inéditas com Beyoncé fazendo alusão aos membros de sua família

Beyoncé está de volta e promete fazer história com “Renaissance”, seis anos após o lançamento do “Lemonade”. O disco traz 16 faixas inéditas e marca a imersão da artista indicada ao Oscar 2022

Da Redação – Beyoncé está lançando seu novo álbum, “Renaissance”, com músicas dedicadas aos familiares que tiveram um papel importante na sua trajetória, incluindo o seu falecido tio Jonny, definido pela cantora como “o homem gay mais fabuloso” que já conheceu. “A todos os meus fãs, espero que vocês encontrem alegria nesse álbum e esperto que os inspirem a se movimentar. E que vocês se sintam únicos, fortes e sexys como vocês são”, disse a cantora.

Beyoncé está de volta e promete fazer história com “Renaissance”, seis anos após o lançamento do “Lemonade”. O disco traz 16 faixas inéditas e marca a imersão da artista indicada ao Oscar 2022, em gêneros como house, e outras sonoridades dançantes de muito sucesso nos anos 1990.

______continua após a publicidade_______

seguro

E engana-se quem pensa que, com um álbum animado, Beyoncé se afasta do discurso da militância e do empoderamento do povo preto, como fez no “Lemonade”. O “Renaissance” é uma forma de trazer ao centro da discussão um fato que parece pouco lembrando entre os amantes da música dançante, o house, um gênero fundado e popularizado por pessoas negras.

Lembrando que o novo álbum vazou na internet na quarta-feira (27), dois dias antes de seu lançamento oficial nas plataformas digitais. O vazamento foi notado por fãs e alertado nas redes sociais. Muitos deles aproveitaram para compartilhar com outras pessoas.



____________________publicidade___________________

seguro

tarot

anuncie