Regresso às aulas ajuste para os pais e filhos

voltar

AGO/12 – pág. 54

Chegamos àquela época anual: adeus, verão; adeus, noites prolongadas e manhãs mandrionas, sem horários. Outra vez: bom dia, bem cedinho; correr para o ônibus da escola; tardes com trabalhos de casa; mais estresse.

Respire fundo!  Não tente fazer tudo perfeitamente. É normal levar uns dias até o ajuste. Admita que terá que fazer alguns sacrifícios, por exemplo: ver menos televisão (se é estudante, para poder estudar; se é pai ou mãe, para apoiar os seus filhos num ambiente de estudo) e organizar-se para ter entre 7-8 horas de sono (as crianças até a adolescência precisam de mais). Ofereça aos seus filhos um espaço físico em casa só para eles dedicarem-se à escola e dê-lhes materiais coloridos (como canetas, lápis, capas para os livros etc.).

Se puder, ajude o seu filho com os trabalhos de casa, nem que seja sentar-se ao seu lado enquanto ele estiver fazendo-os. É uma oportunidade única, especialmente para os pais que, muitas vezes, deixam “isso” ao encargo das mães.

Não deixem de dizer: “Eu não sei”. Se for o caso, busquem um tutor (até mesmo um estudante mais avançado que queira ganhar um dinheirinho extra). Mantenha-se interessado e ao lado dos seus filhos. Se necessário, façam intervalos curtos (para tomar uma limonada ou caminhar um pouco) para depois voltar aos deveres da escola com a atenção e a devida motivação.

Celebrem a tarefa pronta com uma atividade familiar (um jogo lá fora, por exemplo). Utilizem a televisão como uma recompensa (depois dos estudos e família) e não como um membro barulhento da família! Evitem a televisão durante as refeições. Tentem comer juntos, com regularidade, e tenham muito senso de humor.

 

Dicas saudáveis na volta a escola

É do conhecimento de todos que uma alimentação saudável aliada a exercícios físicos são atitudes importantes para uma qualidade de vida melhor. Além dessas, pesquisas indicam que você pode adotar outras maneiras mais simples ainda para favorecer sua saúde. Veja:

  • Programe o fim de semana. De acordo com a pesquisa, projetar algo bom provoca mudanças no cérebro, além da pessoa ter a velocidade dos batimentos cardíacos e a pressão sanguínea diminuídas;
  • Utilize uma quantidade maior de protetor solar. Grande parte das mulheres usa uma pequena quantidade de bloqueador solar no rosto, equivalente ao tamanho de uma ervilha. Mas para que o produto seja eficaz, dobre a quantidade;
  • Fuja um pouco da rotina. Entre tantos afazeres, tente quebrar a rotina, faça uma caminhada, visite um amigo, brinque com as crianças, sente em um lugar para observar a natureza. Estudos indicam que isso diminui o estresse e pode prevenir problemas cardíacos;
  • Dispense tempo às amizades. Pessoas solitárias são mais propensas a desenvolver problemas de saúde relacionados ao estresse, como hipertensão e doenças cardíacas;
  • Não beba em excesso. Segundo uma pesquisa norte-americana, mais de um drinque diário significa risco para as mulheres, podendo aumentar a chance de desenvolver câncer de mama;
  • Atente-se para sua alimentação. Coma devagar, varie sempre os alimentos e evite o sal, já que ele faz a pressão aumentar;
  • Durma o suficiente. O sono é uma necessidade básica, como se alimentar e beber água. As pessoas que dormem um tempo inferior àquele que é necessário ganham peso com maior facilidade e podem desenvolver diabetes e depressão.

Por Patrícia Lopes

Equipe Brasil Escola

Rosario Ortigao, LMHC, MAC
Conselheira de Saúde Mental
407 628-1009
rosario@ortigao.com