Quanto custa ser vizinho da Cinderela? R$ 7 milhões

Quanto custa ser vizinho da Cinderela? R$ 7 milhões

Empreendimento imobiliário dentro do complexo da Disney World mostra foco em mercado de luxo; brasileiros são o segundo maior consumidor

A estátua do Bambi decora uma das praças do condomínio que fica dentro da Disney World Foto: Divulgação
A estátua do Bambi decora uma das praças do condomínio que fica dentro da Disney World
Foto: Divulgação

Ao dirigir pela Vista Boulevard em Orlando, no Estado Americano da Flórida, um pórtico de pedra recebe os motoristas quase no entroncamento com a Bonnet Creek Parkway. A pista é interrompida por uma guarita que identifica os visitantes antes de conceder o acesso a um condomínio de residências de luxo.

Até aqui nada de diferente de outros empreendimentos imobiliários de alto padrão. Mas a questão central é que esse, o Golden Oak, fica dentro da Disney World, a apenas alguns quilômetros do Magic Kingdom, o mais famoso parque temático do complexo. Quanto custa ser vizinho do Castelo da Cinderela? Cerca de US$ 3 milhões, ou R$ 7 milhões para os brasileiros.

O Golden Oak é um empreendimento comercializado desde 2013 e trata-se de um passo adiante na estratégia da Diney em fidelizar sua clientela. Em vez de alugar suítes luxuosas nas dezenas de hotéis presentes no complexo, quase todos eles administrados pela própria empresa, o condomínio oferece a um público de altíssimo poder aquisitivo a chance de morar dentro da Disney. São quase 4 km² divididos em quatro bairros, cada um com sua arquitetura temática.

Em um primeiro momento é estranho passear por um condomínio e se deparar com uma praça decorada com a estátua do Bambi, ou um pequeno parquinho repleto de figuras de bronze em tamanho real da Branca de Neve e os Sete Anões. Mas Ken Malquist, executivo da Disney, e responsável por organizar eventos customizados para os visitantes (e agora moradores) do complexo, não há estranheza para quem mora no condomínio. “Nós assumimos que se uma pessoa decide comprar uma residência no condomínio é porque se identifica com nosso estilo e mensagem.”

disneycondominiorenatobeolchi03Luciano não é o único. O mercado brasileiro é um dos grandes focos da Disney para o Golden Oak. Cerca de 15% das casas e terrenos já negociados no condomínio são de brasileiros. Isso faz do País o segundo maior cliente do empreendimento atrás apenas dos próprios americanos.

Ao todo, cerca de 100 residências já estão prontas e quando completo, serão cerca de 450 casas. “Os valores são negociados entre R$ 4,3 milhões e R$ 15,5 milhões, mas em média as casas saem por cerca de R$ 7 milhões”, explica Page Pierce
Vice-presidente da Disney Resort Real Estate Development, responsável pelo Golden Oak. “A grande maioria são pessoas com mais de 50 anos que querem ser os avós que têm casa na Disney.”

A arquitetura e o design das casas não é totalmente livre. Os compradores podem escolher entre alguns estilos dependendo do bairro e tamanho da propriedade, e a construção deve seguir algumas diretrizes para manter o estilo de cada bairro. Além disso, uma taxa anual de cerca de US$ 25 mil garante a manutenção e acesso à Summerhouse, um clube dentro do condomínio que possui academia de ginástica, piscinas, salão de jogos e um restaurante de luxo.

Mesmo com esses atrativos, a grande maioria dos compradores não faz da propriedade no Golden Oak sua residência principal. Apenas 30% moram o ano todo no condomínio. Mas seja um visitante frequente ou um morador do ano inteiro, esses proprietários são mimados nos mínimos detalhes. O condomínio oferece uma gama de serviços e facilidades que os separam dos 30 milhões de visitantes que a Disney World recebe anualmente.

disneycondominiorenatobeolchi05

Por tudo envolvido, das estátuas de personagens nas praças, à proximidade com os parques temáticos, é impossível não ver o condomínio como uma fuga da realidade, para um mundo mais colorido e de contos de fadas. Desde que se possa arcar com o preço dessa fantasia.

Fonte: terra.com.br

Terra viajou a convite da Disney e visitou o condomínio entre os dias 25 e 30 de maio de 2014.