Quadros: Como dispor de maneira harmoniosa

Quadros: Como dispor de maneira harmoniosa

voltar

FEV/14 – pág. 68

Viviane09Gostamos de expor quadros, fotografias, gravuras e até objetos e lembranças em diferentes cômodos da nossa casa, pois personaliza os ambientes com nossa identidade. Embora não exista uma regra definida, alguns conceitos devem ser levados em conta na hora da exposição. Os quadros devem ter relação com o ambiente, a mistura de estilos, molduras e tamanhos e devem criar uma proposta harmoniosa, sem necessariamente combinar entre si. Para criar uma organização dessas é preciso criatividade e coragem, se não ficar bom, faça tudo de novo até acertar. É importante harmonizar as cores do quadro(s) com as de algum objeto de decoração do cômodo.

Deve-se tomar cuidado com a poluição visual, caso o ambiente já possua muitos móveis, a colocação de um só quadro pode ser o suficiente. Outro risco é que, no meio de muitos outros objetos, o quadro “suma”, portanto a dimensão do quadro é muito importante. Colocar um quadro grande em uma parede pequena ou vice-versa, desequilibra o ambiente, causando desconforto. Em paredes estreitas, crie colunas. Obras pequenas, podem ser agrupadas em uma só parede. O ideal é criar um quadrado imaginário e distribuí-las dentro dele. Para alinhar quadros de medidas diferentes, use um referencial: alinhe todos por cima ou por baixo e mantenha a mesma distância entre eles. Ambientes modernos combinam mais com pinturas abstratas e “cleans”. Salas de jantar, com natureza morta. Fotos de viagens ou de família ficam bem na parte íntima da casa. Um detalhe muito importante a ser observado é a cor de fundo e a iluminação, esta também é essencial. Se possível, utilize lâmpadas direcionadas aos quadros, sempre cuidando para que não cause sombras e nem modifique os tons da pintura.

Manter sempre a mesma distância entre os quadros deixa a composição mais equilibrada, porém toda a regra tem exceção. Os quadros não necessariamente precisam ser pendurados na parede. Outra maneira é apoiá-los em prateleiras.

Fotos: Reprodução

Viviane Sperb
Arquiteta
viviane@nossagente.net