Publicitários brasileiros lideram mercado americano

Publicitários brasileiros lideram mercado americano

voltar

JULHO/2016  – pág. 14

Priscilla Azzolini e Hugo Azzolini, da “DIFFERENT PERSPECTIVE”, falam das estratégias para conquistar o competitivo mercado de Propaganda & Marketing dos Estados Unidos. A paixão pelo país e a busca pela grande história

Page14_HugoePriscillaADP

A evolução da Propaganda & Marketing tem obtido resultados determinantes na relação entre empresas e consumidores. Um mercado que dinamiza e propaga inúmeros produtos – variáveis estilos e gostos -, com propósito de atrair a fidelidade de clientes no ilimitável universo do consumo. Um trabalho minucioso, preciso. E no embate entre fast –food, calçados, refrigerantes, cosméticos, entre outras “cositas más”, há uma gama de profissionais competitivos com missão de alavancar campanhas sedutoras, onde tudo é perfeitamente absorvido através de estratégias muitíssimas elaboradas, que definem qual é o foco. Jornais, revistas, blogs, outdoor, panfletos, TV, enfim, veículos de comunicação com relativa audiência que propagam e sugerem uma ideia à população. No mercado americano, a busca pelo novo, algo aprazível aos olhos do consumidor é meta primordial. O competente casal de publicitários, Priscilla Azzolini – Diretora de Comunicação -, e Hugo Azzolini, da “DiFFERENT PERSPECTIVE”, em Downtown Orlando, vem desenvolvendo trabalho de sucesso no mercado americano de propaganda e marketing, atendendo a demanda de sua seleta clientela. Há 12 anos no mercado publicitário, a agência é referência na Flórida. Hugo faz parte do comitê de marketing do “Coalition for the Homeless of Central Florida” e Priscilla Azzolin é Presidente do Grupo “Women’s Executive Exchange”, parte do “Citrus Club”. Os publicitários também integram o Comitê de Marketing do “Orlando Philahmonic”.

“Moramos há dezesseis anos em Orlando e há doze anos estamos no mercado publicitário”, comentou Priscilla Azzolini. “O nosso foco é o mercado americano, mas trabalhamos com brasileiros e hispânicos. E para entender e assimilar a cultura americana temos amigos americanos, frequentamos points americanos e aplicamos em nosso conhecimento profissional o aprendizado dessa convivência no dia a dia. O convívio é muito importante ”.
Quanto aos procedimentos de trabalho no mercado publicitário dos Estados Unidos, explicou Hugo Azzolini que “o diferencial de uma proposta é elemento primordial em um mercado altamente competitivo. Você escolhe o que você quer e trabalha com o que você tem. É essencial que o cliente tenha algo inovador e ofereça ao mercado consumidor, seja no segmento de restaurante, hotel e produtos alimentícios. O produto anunciado deve oferecer algo novo, especial. A maneira como esse produto é posicionado no mercado faz a diferença. O mercado é inovador, então é preciso novas maneiras de se trabalhar um produto. As pessoas compram o que querem”, alerta o publicitário. “Outro fator preponderante é contar a história do produto, o que ele significa, isso sensibiliza e chama atenção. O consumidor saberá que por trás do produto que consome existe uma história, um propósito. Focalizamos na história da empresa, no lado especial do produto e como ele se encaixa no mercado americano. E nem sempre ganha o melhor produto, mas a melhor história. O americano gosta muito disso. Ele é emocional e analítico. ”, complementa. “Nesses doze anos no mercado publicitário, as coisas mudaram, inovaram”, acrescenta. “Hoje temos a mídia digital, a comunicação eletrônica, um conteúdo inovador”.

Segundo Priscilla, quando indagada sobre o comportamento conservador do americano, no âmbito da propaganda e marketing, “ele é mais tradicional, no entanto é direto, objetivo e focado no que pretende. Nas reuniões com clientes americanos esse fator é evidente. A começar pelo horário. São pontuais e metódicos quanto ao horário. Já o brasileiro é mais descontraído”, relata. “Mas o nosso foco principal é o americano porque o mercado é maior. E a evolução de nossa agência se deve ao trabalho que temos desenvolvido junto a esse público. Os Estados Unidos estão dois anos à frente do Brasil, no mercado publicitário. O Brasil interage na mídia social, aqui o consumidor busca um significado do produto, o que ele representa. Os Sapatos Toms, por exemplo, é uma marca que tem a preferência dos americanos não porque são calçados bonitos e confortáveis, mas pelo fato de que cada par de sapatos vendidos, a empresa doa um par de sapatos aos países pobres. Essa comunicabilidade é importante na comunidade de um país capitalista”, diz a empresária.

E quando se falou da propaganda e marketing no âmbito político, com a corrida presidencial no país, Hugo foi enfático: “é uma analogia, a causa do momento. E cada candidato tem a sua história e passa isso para o povo. Essa analogia política á ótima. Esse ano, politicamente falando, é um dos mais conturbados. O embate entre Hilary (Clinton) de Trump (Donald) é extremamente estrategista. Trump analisou o que o povo mais quer e precisa e fez disso a sua história, baseada nesses dados. A Hilary, por sua vez, cria alternativas na tentativa de se aproximar dos eleitores. São estratégias de marketing que funcionam nos meios políticos”, reforça o publicitário.

Perguntado se existem datas específicas para lançar produtos no mercado americano, Hugo ressaltou que, “depende muito da empresa com a qual você trabalha. Temos um cliente que quer fazer a campanha de um curso para trabalhadores. Sugerimos a ele que o curso fosse propagado no final das férias escolares porque será um momento propício. As crianças vão para escola e os pais terão oportunidade de frequentar as aulas”, disse.

Quanto aos empresários brasileiros, recém-chegados ao país, e que pretendem lançar seus respectivos produtos no mercado, alertou Priscilla que o essencial para esses novos investidores, “é que tenham humildade. É disso que precisam. Tem empresário que chega aqui e faz uma série de exigências, achando que está no Brasil. Aqui tem de começar do zero. Não adianta a postura arrogante porque o que acontece no Brasil é diferente para acontecer nos Estados Unidos. Ele acredita que o sucesso do seu produto no Brasil terá o mesmo resultado aqui. Tudo vai depender de um trabalho ostensivo, não é tão simples. Primeiro ele precisa se adaptar às normas americanas, criar o seu grupo para depois se impor”, alfineta a publicitária.

“Tem celebridade que chega aos Estados Unidos e pede descontos nas lojas”, complementa Hugo. “Pensam que estão no Brasil e que as coisas não funcionam da mesma maneira. Um amigo que trabalha no Chase Bank diz que o empresário brasileiro precisa de três coisas para se estabilizar no pais: um bom advogado, um contador e um ótimo relacionamento com o banco”, finaliza.

Paixão pelos Estados Unidos – Os publicitários, Priscilla e Hugo se conheceram no Rio de Janeiro. Hugo foi jogador de basquete do time do Professorado e da Barra – ambos do Rio. “Desde menino tive uma paixão especial pelos Estados Unidos. Eu dizia aos meus pais que um dia viria morar aqui. Sempre fui ligado na cultura americana. A Fox exibiu o seriado, ´Amor de Família´, lançado no Brasil em oitenta e sete, que era o máximo. Eu não perdia um episódio no Brasil e entendia as brincadeiras da cultura americana. Vim aos Estados Unidos em noventa e cinco para jogar basquete, depois voltei em noventa e sete para estudar e morar”, lembra o publicitário.

E foi no ano de 1.997, quando voltou ao Brasil, que Hugo conheceu Priscilla. Ela tinha cursado Jornalismo na PUC (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) e ele Administração de Empresas na Universidade Estácio de Sá. “Começamos a namorar e no primeiro encontro o Hugo dizia que viria para Orlando morar”, conta Priscilla. E no ano de 2.000 o casal desembarcou em Orlando trazendo na bagagem projetos de expansão na área publicitária. Hoje desfrutam do sucesso na profissão, conquistando respeitabilidade no mercado publicitário americano. Eles não têm filhos, mas adotaram duas cachorrinhas bassets, Lucy e Maggie, “que são nossas filhas”, diz Hugo.

Serviço

DIFFERENT PERSPECTIVE

201 S. Orange Ave., Suite 890 – Orlando, FL 32801

407 226-9774

www.dppad.com

info@dppad.com


WaltherAlvarenga

Walther Alvarenga